Vantagens e desvantagens de envolver namoro com religião

No mundo atual, parece verdadeira loucura atrelar seu “prazer” de namorar aos estraga prazeres das pieguices religiosas, que nada mais parecem querer a não ser paparicar a virgindade e encher o mundo de bebês cristãos…

Namorados-lendo-biblia e autodomínioSem a mínima intenção de replicar ou multiplicar o jogo enganoso da “paquerolança” atual, este site cristão segue sua autodeterminação de levar ao seu público apenas aquilo que corresponde à orientação bíblica, independente da forma como cada igreja identifica os pontos mais relevantes numa discussão sobre a sexualidade e o matrimônio.

Namoro cristao-02 (1214 x 1000)Assim sendo, com a consciência de procurar com seriedade e santidade a vontade de Deus para a juventude cristã, esta Agência assumiu a Missão de auxiliar nas escolhas individuais de homens e mulheres cristãos solteiros, interessados em chegar ao matrimônio, revelando com franqueza e com honestidade bíblica o que seria bom e o que seria ruim para o momento inicial de um namoro, para nós tão decisivo quanto o SIM dado no altar (clique na figura ao lado).

Com este propósito, elencamos neste artigo aquilo que as empresas bem organizadas fazem quando querem vender bem os seus produtos iguais, mas de marcas diferentes. Por isso, aqui vamos expor 10 (dez) vantagens e 10 (dez) desvantagens de se misturar namoro com religião, seguindo nossa convicção plena acerca da importância de se encorajar o namoro cristão, ou aquele que une o amor dos casais aos preceitos bíblicos. Enfim, como sempre se faz nas áreas do comércio, vejamos primeiro as desvantagens nesta questão:

Moça diz NÃODesvantagens:

  1. Pode-se envolver com um ambiente de ouvidos curiosos e enfrentar fofocas de piegas e de gente que não tem nada melhor para fazer;
  2. Pode-se estar num ambiente onde as cobranças sejam de outros pecadores, e não de Deus;
  3. Pode-se estar num ambiente onde as cobranças por compromissos não respeitem o tempo que o casal precisa para se conhecer melhor;
  4. Pode-se estar num ambiente onde a concorrência com outras mulheres e rapazes seja num nível superior, onde o(a) namorado(a) perceba o caráter inferior do(a) escolhido(a) e assim o namoro no início esteja sob risco;
  5. Pode-se ouvir coisas que incomodem a vida íntima do casal de namorados;
  6. Pode-se estar num ambiente que exija um namoro casto para dar exemplo aos grupos de juventude da igreja;
  7. Pode-se ouvir exortações que obriguem o casal a casar na igreja, se o plano era apenas casar no cartório ou viver amancebado;
  8. Pode-se estar num ambiente onde o próprio líder religioso não tenha bom testemunho para servir de exemplo de santidade (ou o mesmo se dar com a esposa do líder);
  9. Pode-se estar num lugar onde a denominação religiosa não interprete a Bíblia conforme o Cristianismo primitivo, ou que não siga a Tradição;
  10. Pode-se estar num ambiente onde o plano de não ter filhos seja mal interpretado, e assim o sexo entre o casal seja considerado uma mera exploração do prazer pelo prazer.

Moça diz YES

Vejamos agora as vantagens, ou seja, pelo contrário:

  1. Pode-se envolver com um ambiente de ouvidos curiosos e assim ser obrigado a agir com mais decência para evitar comentários difamatórios;
  2. Pode-se estar num ambiente onde as cobranças sejam de pessoas mais consagradas a Deus, e assim ter um exemplo mais vívido para seguir;
  3. Pode-se estar num ambiente onde as cobranças por compromissos permitam um maior engajamento do casal em sua consagração a Deus e um maior conhecimento mútuo do casal, conduzindo-os para o “casamento-a-três”, i.e., dos dois com o próprio Deus;
  4. Pode-se estar num ambiente onde a concorrência com outras mulheres e rapazes aperfeiçoe os sentimentos do casal, dando mais segurança de durabilidade ao namoro;
  5. Pode-se ouvir coisas que edifiquem plenamente a vida espiritual do casal de namorados;
  6. Pode-se estar num ambiente que exija um namoro casto para dar exemplo aos grupos de juventude da igreja;
  7. Pode-se ouvir exortações que conduzam o casal a casar na igreja, conforme o plano de Deus para os lares cristãos;
  8. Pode-se estar num ambiente onde o próprio líder religioso tenha ótimo testemunho para servir de exemplo de santidade, incluindo o exemplo coerente de sua mulher;
  9. Pode-se estar num lugar onde a denominação religiosa interprete a Bíblia conforme o Cristianismo primitivo, seguindo os consensos da Tradição;
  10. Pode-se estar num ambiente onde o plano de não ter filhos seja bem interpretado, respeitando as convicções íntimas do casal.

Enfim, na nossa convicção de que uma sociedade regida pela vontade de Deus (revelada nas Escrituras) sempre será mais feliz e mais ajustada do que a sociedade que aí está, não encontramos nenhum outro sistema de união afetiva que conceda ao homem e à mulher, maiores bênçãos e frutos agradáveis a Deus. Assim pois, relações as mais diversas, sejam as sem regra nenhuma (uniões livres que mais parecem desuniões), sejam as com outras regras, como as do islamismo, jamais apresentaram resultados práticos dignos de exemplo para orientar a Humanidade, e por isso nos sentimos felizes e à vontade para dizer que, finalmente, nossos afiliados estão no bom caminho, e neste já se sabe com certeza o quão importante é incorporar a orientação bíblico-pastoral para a prática de um namoro que chegue ao casamento e este ao Céu.

Sobre John Valente

Prof. John Valente - Especialização: relacionamento conjugal cristão; Formado em Administração de Empresas e Teologia, especializou-se em Ciências da Religião, e participou de diversos cursos e treinamentos na área de relacionamento conjugal, inclusive o Seminário de Relacionamento Afetivo da “Agência de Casamento” que lhe apresentou à sua esposa.
Esta entrada foi publicada em Casamento. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code