Gravidez sem pai nem mãe: a Ciência do inimigo quer dispensar Deus!

No limiar de uma era completamente tresloucada, moral e espiritualmente, onde a gravidez sempre aparece antes do casamento, ela parece estar com seus dias contados até como sistema natural da procriação humana!

Não é de hoje que dizemos que já entramos na “Era do antiCristo” e que todo o espetáculo deprimente desses dias configura precisamente o que o inimigo de Deus deseja para este planeta, a saber, a reinauguração de uma nova Sodoma (cidade destruída pela ira de Deus que se levanta contra a depravação moral da alma humana) e a instauração de um governo único, centralizado e totalitário, onde todas as ordens emanem de um só cérebro, o cérebro de Lúcifer.

Neste mesmo sentido, a intenção do inimigo é, pela degeneração moral do gênero humano, promover uma anarquia sociopolítica generalizada, na qual nenhuma instrução do Evangelho sobreviva, pondo fim definitivo ao Cristianismo e à salvação das almas. E tudo indica que o ponto culminante dessa obra macabra seria, dentro da depravação sexual reinante, eliminar a concepção natural de seres humanos, impedindo que nasçam bebês pela via normal e fazendo aparecer seres híbridos, ora nascidos sem participação da mulher e muito menos do homem, ora gerados em laboratório (podendo estes serem até mesmo extraterrestres, como o fenômeno das abduções tem provado). Enfim, é este o ponto que trataremos neste artigo. Senão vejamos.

Até há alguns anos atrás, a Ciência falava na forte possibilidade de que mulheres gerassem filhos com outras mulheres, ou melhor, que seres humanos sadios poderiam nascer de malabarismos genéticos feitos apenas com óvulos, isto é, dispensando qualquer esperma (veja como era este tipo de notícia tomando ESTE link como exemplo) e, por óbvio, decretando o verdadeiro e tão sonhado “crepúsculo do macho”, como desejo secreto de satanás contra a primeira obra humana de Deus.

Isto posto, não podemos negar que até mesmo nós, enquanto alunos no Seminário Instituto Teológico Pastoral da Arquidiocese de Fortaleza, ficamos meio atônitos (para não dizer em pânico) quando nossa mestra de Cristologia nas Cartas Paulinas veio defender, em plena sala de aula, que os homens são dispensáveis, e que daqui há algumas décadas, o planeta inteiro seria habitado apenas por mulheres! (Bem que elas mereciam isto!).

Até chegamos a concordar, por nossa própria experiência sentimental, que os homens pós-modernos se tornaram tão bestiais e animalescos, uma verdadeira marionete erotizada e abestalhada pela influência da Mídia, que talvez por isso eles merecessem mesmo uma extinção indolor, pensando apenas pragmaticamente do lado das mulheres e das feministas. Pois bem.

Ora, caro leitor. Não imagina o amigo que agora, recentemente, entre o 1º e o vigésimo dia deste último setembro (2016), pesquisadores científicos têm praticamente divulgado a mesma notícia, só que dispensando também a mulher, já que células comuns (e não apenas óvulos e esperma) foram utilizadas com sucesso em animais de laboratório! E pior, a nota nem dá conta do sucesso no fabrico de úteros artificiais, faltando experimentar apenas uma gravidez completa num útero artificial implantado numa mulher SEM útero.

Eita amigo! “O mundão tá mesmo doidão!”. Ora, meu prezado: a Humanidade decaída sempre quis dispensar Deus em todos os seus planos secretos; depois dispensaram o Homem, pérola primeira da criação edênica; depois dispensaram a Mulher, adorno de todos os deuses; mas agora, com tudo construído com tecnologia infernal, dispensaram até o útero, único lugar onde uma vida humana nasceria sem complicações, lembrando os planos do ‘Grande Macróbio’ que CS Lewis descreveu em “Aquela Força Medonha”.

Ufa! Este é mesmo um momento terrível e diabólico! E que nos leva a pensar: o que será a Humanidade do futuro, digamos, daqui a uns 100 anos (se Jesus já não tiver voltado!), quando todos os homens e mulheres tiverem sido fragorosamente substituídos, não por máquinas apenas, mas por gente nascida de “symbiosis pluricelulares” e processos bioquímicos manipulados por demônios? Você se lembra de Alcasan? Ora, ali estava uma primeira profecia lewisiana desta realidade, que os “cientistas” da época ainda não tinham como “melhorar”: ali ainda foi preciso preservar uma “cabeça viva”! Porém, para os demiurgos, cabeça humana é lixo, e por isso o exército de satanás na época da Grande Tribulação será muito mais terrível, pois nem poderá ser descrito como máquinas nem como gente, embora seja ambas as coisas ao mesmo tempo e nenhuma delas! Enfim, com quem de fato a Humanidade lutará naquela nova idade das trevas? Cruz credo!

 

Publicado em Casamento | Deixar um comentário

Moças evangélicas também engravidam antes de casar

A maior e mais “benquista” prova de que a depravação total já avançou neste mundo muito além do que supunha o mais pervertido Don Juan, é a frequência com que se encontram moças crentes grávidas antes do casamento.

mocas-crentes-casando-gravidasA onda erotizante, agora globalizada, está aí, a todo vapor. Ninguém mais tem qualquer dúvida a respeito. Se alguns de nós nunca foram levados por ela, então vivenciamos um milagre! E pior, toda a parafernália religiosa em uso por esta geração hipócrita está a pleno vapor, enganando e sendo enganada por todo o mundo, e ninguém dá o menor sinal de que esteja entendendo a flagrante supressão da Moralidade, como se esta tivesse sido a grande vilã da chamada “História de Deus contra a felicidade humana”.

Para não nos alongarmos em um filosofar místico religioso, o maior exemplo que temos em mãos é a frequência com que as chamadas moças “evangélicas” se casam já grávidas, e sem que aparentemente nenhum drama de consciência esteja envolvido (nem nela nem na família), como se todo apelo de Deus pela santidade mostrado nas Escrituras não passasse de invenção humana, e como se algum humano quisesse ser santo ou de fato quisesse encontrar mulheres santas na Terra!

O exemplo mais eloquente e bombástico desses últimos meses vem de uma “famosa” da Televisão brasileira, cujo próprio pai a “satirizou” (para não dizer censurou) em público, como o leitor pode conferir clicando NESTE link. Na verdade, sendo Sílvio Santos um judeu da velha tradição da “Fraternidade Ofertante do Novo Templo”, não é nenhum espanto ver ele se comportar dessa forma, pois para ninguém – de juízo moral sadio – é razoável suprimir a doutrina para “encaixar” almas que desobedecem a Deus, mesmo uma que sua própria filha biológica.

patricia-abravanel-gravidaO exemplo é citado tão somente porque se trata de personagens bem conhecidos do Brasil e do mundo, e a partir dele se pode imaginar o tamanho do “rombo”, ou seja, a quantidade absurda de moças crentes que transam antes de casar, e casam depois de engravidar. E então uma pergunta eclode aos berros em nossos ouvidos: “o que aconteceu para que tantas moças cristãs, ligadas ao discipulado da Palavra de Deus, tomassem o rumo errado em sua consciência espiritual, cedendo aos impulsos de seus namorados ou seus próprios, desrespeitando a determinação de castidade pré-marital?”…

A única resposta já é nossa velha conhecida: sexo antes do casamento entre mundanos sempre houve, e nunca ninguém se espantou com isso (afinal, a Tentação erótica é a mais forte tentação chegada ao coração humano, e a única fonte moral contrária ao uso do sexo extramarital é a mente do próprio Deus, autor das Escrituras Sagradas). Todavia, quando uma geração inteira dá as costas para a instrução moral do Senhor e passa a desobedecê-LO sistematicamente, alguma coisa muito maligna se apoderou das consciências, e alguma outra fonte se intrometeu no processo e desviou as almas.

manipulacao-infantil-pela-tvTambém é resposta velha conhecida nossa, porque este Site “Casamento-a-Três” defende, com todas as provas reais possíveis que, inexoravelmente, foi a chegada da Televisão mundial que depravou o mundo e, além de “despertar” o instinto sexual das moças “mundanas decentes” (os homens nunca precisaram “despertar” seus instintos que já vinham depravados há milênios!), tornando a prática constante do sexo como coisa normal e até “aconselhável”, fez com que elas influenciassem, pelo carisma da maioria, até às moças crentes que, mais cedo ou mais tarde, tiveram que enfrentar os apelos de seus namorados para que transassem livremente, e até que se sentissem “justificadas” pelo amor prometido para um futuro casamento.

Ou seja: a massificação da depravação (sexo tido por normal e nudez sem qualquer pudor) em todos os 4 cantos do mundo, e a subreptícia influência da mídia imoral sobre a cabeça das jovens cristãs fez surgir esta geração atual, na qual a castidade é que aparece como “anormal” e até doentia. Isto tudo sem levar em conta os “avanços tecnológicos da depravação”, nesta era em que ANTES mesmo de namorar, as moças enviam “nudes” para rapazes com quem desejam namorar e o sexo sem freio virou a moeda de troca das mais variadas experiências, em cujo processo muitas vezes nem se pensa em casamento.

Com efeito, a coisa degenerou-se de tal modo que agora parece evidente que até a consciência moral das igrejas mudou, e mudou de ruim para péssima, ou de mal a pior, com os próprios pastores fazendo vista grossa e até condescendo (sobretudo nos casos em que as suas próprias filhas estão transando com seus namorados crentes), e isto quando eles mesmos não estão cometendo adultério e outros pecados da carne! Enfim, um inferno sodômico floresceu nesta geração, com a grande babilônia da Mídia de massas a comandá-lo e sem que nenhuma esperança de mudança se entreveja a curto ou médio prazos (a longo prazo somente a Volta de Jesus traria alguma mudança!).

maria-madalena-perdao-senhorO problema é que a Moral Divina é eterna e o próprio Jesus disse que a Sua Palavra jamais passaria ou seria extinta (Lucas 21,33), o que indica que Ele também nos chamou para a santidade e também detestava a imoralidade! Ou seja: que os cristãos ainda podem e DEVEM continuar encarando a Moral cristã como central na vontade de Deus, e, se por acaso a tiverem cumprindo, que continuem pregando a santidade como caminho para a salvação da Humanidade! (Hebreus 12,14). Se não a tiverem cumprindo, que fiquem calados(!), pois uma pregação sem testemunho de vida consagrada constitui o pecado da hipocrisia, um dos mais condenados por Jesus. Qualquer outra insinuação nesta conversa é terrena, animal e demoníaca, como Tiago se referiu a outros pecados da nossa raça (Tg 3,15).

Isto posto, o quadro atual não nos apresenta nenhum sinal de mudança ou melhora na postura moral da sociedade, e por isso nossa pregação parece sempre vazia e desvalorizada. Isto explica também porque a pregação sobre a volta de Jesus se tornou a grande “febre” pós-moderna, já que nenhuma igreja vê um bom resultado na luta contra a depravação e apenas segue atirando a esmo, ou às cegas, certa de não acertar o alvo da santidade em suas ovelhas. Aliás, os maus resultados são até proféticos, pois os tempos iriam mesmo trazer uma ressodomização do planeta e a Terra iria naufragar até o fundo do abismo, sem qualquer controle.

Enfim, só nos resta mesmo entrar na vida “em segredo” com Deus (Mateus 6,4-6) e cultivar hábitos puros, na inefável esperança dos santos e na gloriosa espera da volta do Rei, único que porá as coisas em ordem e separará os cabritos das ovelhas. As almas que tiverem conseguido, debaixo das duras penas da Tribulação, preservar-se e preservar bons hábitos aprendidos da Palavra de Deus, irão jubilosas para a glória de um “Paraíso Santo”, ao passo que os “surdos da depravação” irão para o lugar que sempre sonharam, a saber, o “paraíso insípido”.

 

Publicado em Casamento | Deixar um comentário

A que deus as pessoas pensam que estão enganando?

Temos visto tanta estrambolice e tantas manifestações tresloucadas de “espiritualidade”, que chegamos a crer piamente como CS Lewis acreditava: “As pessoas prestam culto a um deus imaginário”…

voce-esta-enganando-quem-06Os exemplos não faltam. Os casos se multiplicam. Porém, por razões de “proteção” das testemunhas, não será aconselhável para nós desfilar nomes aqui, até mesmo por ser nossa “denúncia” independente das (e até prejudicada pelas) pessoas que lhe são protagonistas, tal como é uma idiotice e uma injustiça condenar uma atitude correta porque a pessoa que a tomou foi, outrora, um “desqualificado”, na atual visão de seu pseudo “avaliador”.

Estamos nos referindo ao fato de uma personagem famosa do mundo artístico vir a público e dizer uma sandice em relação a Deus, isto é, tratando Deus como se Ele fosse um idiota e recebesse as intenções humanas com a maior cara-de-pau, engolindo tudo calado e não sentindo a fedentina que sobe do inferno. Ou melhor, considerando Deus um espírito puríssimo de elevada honra e vontade inabalável expressada com todos os pingos nos “is”, a figura pública julga estar se comportando como se Deus desse a ela um lugar especial, ou um “foro privilegiado”, onde os atos dela não fossem pecados por ela ser “a última coca-cola no deserto”, ou por ser o inimputável “figurão” que é! Pode? Pois bem.

Todavia e com efeito, uma pessoa teremos que nomear aqui, sem nenhuma intenção de feri-la ou de denegrir a sua já tão frágil imagem pessoal, desde que se disse “convertida a Jesus” mas a expressar o oposto de uma conversão legítima, que todo cristão conhece bem. O oposto da conversão aqui é o fato de, após revelar ter-se entregado a Jesus, a figura em questão manteve-se (sem qualquer alteração aparente) na vida desregrada, comandando programas sexuais pernósticos – ou programas que tratam de sexo livre – e pior, jamais definindo sua própria sexualidade como algo “sadio” aos olhos de Deus, a saber, como se o Criador tivesse cometido um erro na Criação e tivesse deixado muitos sexos dependerem de apenas dois sistemas (o masculino e o feminino), como se o Onipotente não tivesse podido “inventar” outros sistemas para que cada tendência tivesse seu próprio instrumento material de realização. Explico:

bruxa-apela-ao-arco-irisOs defensores da “homoafetividade” dizem que neste planeta existem pelo menos 11 (onze) sexos fervilhando na alma humana, os quais seriam mais ou menos os seguintes:

  • Homem que só transa com mulher (hetero clássico);
  • Mulher que só transa com homem (hetero clássica);
  • Homem que transa com homem e com mulher (bissexual masculino);
  • Mulher que transa com homem e com mulher (bissexual feminino);
  • Homem que só transa com homem de modo passivo (homo clássico);
  • Homem que transa com homem de modo passivo e ativo (homo complexo);
  • Mulher que só transa com mulher de modo passivo (homo clássico);
  • Mulher que transa com mulher de modo passivo e ativo (homo complexo);
  • Homem que não definiu seu sexo e transa com qualquer pessoa que amar, seja como ativo ou passivo (transexual masculino);
  • Mulher que não definiu seu sexo e transa com qualquer pessoa que amar, seja como ativa ou passiva (transexual feminino);
  • Hermafrodita que transa com qualquer pessoa que amar, seja como ativo ou passivo.

OBS.: Lembrar que todos eles, exceto os heteros clássicos, aceitam – e no íntimo procuram – sexo grupal ou coletivo, não vendo nessa prática nenhuma depravação, pelo contrário, crendo que constitui de fato o sexo original dos libertinos históricos e também o sexo do futuro.

Ora; nesta atmosfera de equívoco ontológico primário, não era de admirar que a sociedade moderna, conquanto atiçada pela mídia imoral, mergulhasse de corpo e alma na depravação e na perversão da antropologia divina no Homem, causando a este um grande estrago psíquico estrutural que danificasse a mente e o corpo de nossa raça! Na Era das Comunicações – que na prática significa a Era da Propagação do Pecado – todas as almas seriam afetadas pela onda erotizante da Mídia (entronizadora da propaganda erótica comercial), exceto se tivessem sido regiamente preparadas para enxergar a cilada ANTES de ela bater-lhe à porta, como fazem os soldados antes de pisar em campo minado. Porém tal não foi feito, e as almas caíram feito patinhos, levados pelo cheiro da pata-mãe.

monique-evans-com-decote-e-sardasUma das patas-mães de nossa geração brasilis é esta senhora chamada “Monique Evans”, cuja vida constitui um desfilar de agravos à santidade de Deus, mesmo quando ela, no auge na emotividade barata dos protestantes, se disse entregar a Jesus e testemunhar sua “conversão” ao mundo, sobretudo ao mundo artístico, de onde ela veio após décadas de sacanagem, incluindo até filmes pornôs. Assim, pasmem os senhores que esta senhora, após anos de programação erótica na TV aberta, chocou a todos os seus irmãos em Cristo ao revelar que estava namorando outra mulher, e pior, “com a aprovação de Deus”, como se o Santo dos santos tivesse qualquer dúvida quanto ao dois sexos que Ele mesmo criou, para a união santa entre marido e mulher cristãos! Pode? Pois pode crer, foi isso mesmo que contou uma recente reportagem do Yahoo Entretenimento (o leitor pode conferir NESTE link).

Enfim, como a tal senhora diz ter pedido a Deus “um homem fiel e Ele mandou uma mulher” (anátema satanás!), não há outra pergunta a fazer a não ser esta: A QUE ESPÉCIE DE DEUS esta senhora vinha orando? Ou “QUAL” deus a atenderia nesta oração infernal? Deixo a resposta em suspenso para que o próprio leitor chegue a ela com o auxílio da Palavra de Deus.

Finalmente, tudo o que tratamos aqui mostra o quadro atual do mundo e o nível de degeneração a que esta Humanidade chegou, quando uma suposta crente vem dizer, em alto e bom som, que seu “deus” – seu falso Jesus – lhe enviou uma mulher para suas noites de sexo, sem qualquer sinal de arrependimento ou mesmo questionamento, pois ela nem sequer percebeu aonde caiu, mesmo com toda a luz do Caminho que Cristo já a havia mostrado, enquanto esteve frequentando a igreja evangélica (Deus sabe como: o caso lembra Hebreus 6,4-8). O que podemos nós fazer diante deste quadro assustador em que estamos inseridos? (“Sai dela povo meu!”). Resta-nos procurar seguir as recomendações bíblicas da caridade e da santidade, aquelas que expulsam demônios, aquelas da prática do jejum e da oração.

 

Publicado em Casamento | Deixar um comentário

A Moral Cristã é interdenominacional e ecumênica

No funcionamento de um Site de relacionamento amoroso cristão, a noção de que o ponto-chave que une toda a cristandade é a Moral, e não qualquer outro, capacita esta Agência a orientar para o Matrimônio tanto evangélicos quanto católicos.

ecumenismo-03Ainda persiste hoje em dia o velho problema do preconceito (melhor seria grafar “pré-conceito”) em todo empreendimento que pretenda servir ao próximo engajado em qualquer ramo do Cristianismo, e esta imaturidade espiritual infelizmente é a regra geral encontrada nesta geração perdida, na qual nem mesmo aqueles que já ouviram bem a Palavra de Deus conseguem discernir a voz do Espírito Santo a chamar a todos para a unidade e a espiritualidade, seja qual for a bandeira eclesial envolvida.

Dentre as vítimas de tal preconceito, este Site não é a exceção, e qualquer cristão que tenha tentado realizar uma obra interdenominacional e ecumênica (veja um exemplo AQUI chamado “Falando sério do amor de Deus” e o programa “Paz e Amor” da TV Diário), sentiu na pele o tamanho de uma ferida que só Jesus Cristo curará. Porém há uma pedra de toque muito poderosa a gerir esta equação ingrata, e ela se evidencia DENTRO de cada igreja local, em particular aquelas que já fecharam questão doutrinária contra um dos dois grandes ramos do Cristianismo.

Refiro-me ao fato de que, em cada igreja local, os líderes (seja padre ou pastor) estão às voltas com o mesmo problema anticristão, a saber, o de como formar um exército de crentes moralizados, cultos e santificados, que estejam, com suas vidas inteiras, a honrar o bom nome do Evangelho, ao invés de o estarem maculando às vistas de uma sociedade que cobra cada vez mais a santidade e a coerência de quem se diz seguidor de Cristo! Parece que todos nós, confessamente, estamos envergonhados com o nosso mau testemunho…

log-do-ca3-para-vinheta-2Neste mister, precisamente, é que este artigo vem pontuar a espinha dorsal do trabalho deste Site, em cuja política básica está a santificação da Humanidade para a plena comunhão com Cristo, ficando tudo o mais descartado de nossas diretrizes, as quais não fazem a menor questão de angariar a simpatia de quem não deseja botar a Moral cristã em prática, tanto em sua igreja quanto em sua vida particular (e sobretudo nesta, onde o candidato quer se utilizar das “facilidades” de um Site como o “Casamento-a-Três” para encontrar uma namorada decente)…

Porquanto, uma verdade precisa ser dita, imediatamente: Nós não buscamos quorum! Não buscamos IBOPE. Não somos partido político nem torcida organizada, que quanto mais gente entrar melhor! Pelo contrário, temos plena consciência de que a quantidade sempre põe em risco a qualidade, e o que Deus quer em seu reino não é uma multidão de gente descomprometida, falsa, e que se aproximou dEle pela comida que perece, e não por aquela que subsiste para sempre! (João 6,27).

Isto pressupõe que nossos afiliados, chamados “Pretendentes”, não se apressem por participar de nenhuma das nossas “ferramentas de aproximar futuros cônjuges”, enquanto não tiverem dado, em suas vidas particulares, sinais evidentes de bom testemunho, sendo, muito antes de entrar aqui, almas de bom caráter a procurar almas de bom caráter, visando formar um futuro casal cristão autêntico, alegrando a Deus e gerando uma família honrada e prolífera (prolífera tanto nos filhos quanto nos frutos espirituais!).

eat-log-animado-2E aqui é que cabe repetir o nosso aviso na aba lateral direita: se seu caso é procurar religião, ou se o seu assunto é doutrina religiosa, então você procurou o Site errado, e seu destino deve ser clicar no link da EAT (“Escola de Aprofundamento Teológico”) e ali encontrará o que estava procurando. E prometemos que nossa Escola não lhe decepcionará, pois ela cumpre o fiel desígnio de ensinar a Teologia com máxima profundidade, fazendo seus alunos enxergarem muito além da letra que mata, entendendo todo o espírito que vivifica. Outra opção seria também clicar em links que nossa Escola recomenda, como este AQUI, e este outro AQUI; ali então poderá aprender bastante e até depois comparar nosso corpo doutrinário com o de sua igreja.

Pior: Se seu caso é procurar sexo ou libertinagem, então você errou feio, e nem é preciso dizer COMO errou, porque a defesa intransigente da Moral cristã e da santidade das almas traduz, por si mesma, a missão deste Site e seu legítimo desiderato. Enfim e aliás, é tão fácil achar sites e “agências” despudoradas, que até se proclamam servir aos interesses libidinosos de quem quer sexo, que nem chegamos a acreditar que alguém procure o “Casamento-a-Três” para vislumbrar uma transa ali na esquina! Longe de nós tal desgraça! Ponto.

ecumenismo-02Ora. Nossa missão de constituir um endereço eletrônico onde solteiros e solteiras consagrados possam se encontrar para descobrir, sem pressa e com toda a paciência de Jó, o objetivo comum na vida (de, no futuro, a médio ou longo prazos, serem também pais e mães responsáveis pelas próximas gerações, ajudando-as a aprimorar e aumentar os exércitos de Cristo), é a única motivação que nos move! E é evidente, para qualquer cristão, que tal missão jamais seria exitosa se a Moral cristã não fosse o pré-requisito peremptório em todas as nossas políticas, bem como se não fosse a base e a meta maior na vida pessoal de cada Pretendente!

Aqui é crucial e vital nos lembrarmos de que, noutros serviços de utilidade pública, as milhares de denominações cristãs trabalham juntas sem problema, como no caso de grandes passeatas realizadas contra a legalização do aborto ou da maconha, ou mesmo contra a corrupção no Governo; e naquelas ocasiões, veem-se juntos na mesma praça e unidos pelo mesmo ideal, até mesmo padres e pastores em nome da Moral cristã, que é, como dissemos, o grande “elo de comunhão” de toda a família de Deus na Terra. Não é raro ver ali padres e pastores dando as mãos, orando juntos e cantando hinos sacros e gritando palavras de ordem. Tudo em nome da Moral e dos bons costumes!

livro-abortoÉ por isso que mais de 90% de nossas atividades se concentram na instrução da Moral Sexual (que é parte da Moral cristã), conforme ensinaram mestres como CS Lewis, Basilea Schlink, Walter Kaschel, Tim e Beverly LaHaye, Charles R. Swindoll, R. C. Sproul (e tantos outros) e até o Novo Catecismo da Igreja Católica. Isto por quê? Porque estão todos eles unânimes em eleger a Moral cristã como a única via da conversão genuína, pois sem o arrependimento e o abandono dos vícios, ninguém verá o Senhor (Hebreus 12,14: o StudioJVS prepara um vídeo sobre esta passagem bíblica – em breve comunicaremos aos leitores e inscritos deste Site).

Finalmente, agora conscientizados de que o caráter moralizador de nosso Site é também o dever precípuo de todas as denominações cristãs, a equipe mentora e organizadora do Casamento-a-Três se sente “orgulhosa” de constituir um auxílio importante nessa luta, bem como se sente irmanada com toda a massa de líderes e ministros religiosos de todos os credos, à parte nossas crenças individuais professadas em nossas igrejas. Se este exemplo vívido de união em Cristo e na Moral cristã for merecedor da alegria de Deus, nos sentiremos mui felizes por colaborar para que as diferenças que dividem o corpo de Cristo sejam reduzidas, até que todos cheguemos à estatura de Cristo e à Perfeita União de Amor desejada por nosso Deus-pai! Amém.

 

Publicado em Casamento | Deixar um comentário

Por que um site comum de paquera não seduz mais ninguém?

Um mundo estressado, irritado, acossado por angústias de toda ordem, só poderia se transformar no palco ideal para a exploração do sexo como única válvula de escape para as suas tensões, nem que para isso aceitasse friamente o jogo das relações descartáveis.

paquera-simples-nao-atrai-mais-ninguem-1Não é de admirar que uma Agência de Relacionamento afetivo como a nossa não estivesse na crista da onda nas matérias da Paquerologia humana, uma vez que aqui não há qualquer sugestão para práticas – ou mesmo sentimentos – de quem quer usar o sexo como fonte exclusiva de prazer, ou usar o sexo SEM adicionar a ele todos os prazeres do Casamento-a-Três, que só podem existir ali quando o próprio Deus é chamado e entronizado no coração daquela relação abençoada pela igreja. Qualquer outra relação, ou qualquer outra hipótese de união entre homem e mulher, não logrará êxito na bênção dos prazeres inventados por Deus para aquele exclusivo fim, a saber, a vida familiar criada pelo amor genuíno entre o casal e Deus.

Aliás, sem Deus, nem se deve falar em OUTROS PRAZERES, pois o casamento sem Deus nem chega a gerar outros prazeres, pelo contrário, gera inúmeros desprazeres e dissabores que minam a relação até o seu esgotamento total, e é exatamente isto que o mundo nos mostra a cada dia, sem dó nem piedade. Relacionamentos como o de William Bonner e Fátima Bernardes, ou como o de Angelina Jolie e Brad Pitt, que acabou em verdadeira tragédia (Veja AQUI), nos trazem uma lição preciosa neste sentido, a saber, a comprovação factual e inexorável de que, quando Deus não obteve liberdade suficiente para dilapidar os corações envolvidos, estes irão, mais cedo ou mais tarde, eriçar seus espinhos e espetar um ao outro, quando duas vontades livres colidirem no meio de uma decisão.

Porquanto, a bem da verdade, Deus jamais criou o homem para viver junto de uma mulher sem que tal relação não se submetesse à soberana vontade dEle, ou sem que cada um, homem, mulher e filhos, não cumprissem rigorosamente os ditames da Moral cristã, elencados na Bíblia Sagrada. Tudo o mais e qualquer coisa além ou aquém disso seria pura ilusão, e Deus jamais enganou ninguém neste mister. Todos os casamentos bem sucedidos que transparecem nas páginas da Bíblia foram frutos da obediência rigorosa do homem a Deus e da mulher ao homem, bem como dos filhos aos pais e dos empregados aos patrões! Nada além e aquém disso subsiste em qualquer investigação bíblica honesta, mesmo quando feita por uma sociedade que se ilude com a libertinagem, julgando tratar-ser esta da verdadeira liberdade proposta por Deus!

joy-e-jack-sentados1Assim sendo, a excitação acentuada que se reflete na fisionomia e na epiderme de cada corpo vivo de nossos dias (que CS Lewis chamou de “algo errado em nossos instintos”), não pode ter qualquer poder para vencer a Tentação, quando muitas vezes nem santos a venceram! O grau de perdição de nossa alma é tão medonho que, a menos que nos entreguemos de coração à “lavagem anímica” de Deus, nosso futuro nunca nos verá salvos, pelo contrário, cairemos no vazio sem fim e “sumiremos” como ser vivente, passando a subsistir apenas na forma de veículo vampirizado por espíritos.

Eis porque a existência e a eloquência de um Site como o nosso incomodam tanto o Homem e a Mulher pós-modernos, porquanto o inimigo da Humanidade já está há tanto tempo a espalhar a mentira de que “Deus morreu” e abandonou este planeta à própria sorte, que o mero encontro fortuito com uma postagem dessas pode arrepiar de surpresa ou ira incontida, e a matéria ser rejeitada ao lixo da História, ou ao limbo dos artigos tidos por “reacionários” e antiquados.

castidade-02Quem, afinal, vai querer se envolver numa “aventura medievalesca” com o sexo oposto (e somente com o oposto) para, depois de vários anos, chegar a uma cerimônia ‘patética’, onde um cara maluco jura fidelidade a uma mulher até que a morte os separe, na frente de todo mundo, e numa flagrante mentira social bem digerida? Para que coisa mais démodé e mais idiota? Ou por que não será muito melhor a mera atração sensual que leva dois “tarados” a curtir loucamente suas taras despertadas por um decotão ou uma minissaia sem vergonha?

Ora, existiria alguém que lendo isso, negasse tal realidade? Não é exatamente assim que está se comportando a sociedade pós-moderna? E não estamos todos nós assim meio hipnotizados ou pra lá de embriagados com este vinho de Baco? Veja o que é que o mundo oferece agora (clique AQUI) e responda: é ou não é isso que “seduz” a galera hoje em dia? (Sem falar nas “malucas benquistas” que, antes de conhecer o cara, entra no próprio quarto de dormir, tira uma selfie nua de frente e manda “via android” para o machão ‘avaliar’ se é carne boa ou ruim! Não é?)… Triste mundo pós-moderno!

Logo, amigo leitor, não é aqui que seus olhos devem pousar, se você no fundo (ou na frente) sente tais sentimentos lhe acorrerem! Se você já conseguiu ser honesto consigo mesmo o suficiente para enxergar isso dentro de si, não é este “jornaleco” que você deve continuar lendo, e sua desistência é justamente o filtro seletivo que depurará nossos leitores naquele único grupo que nos interessa, a saber, homens e mulheres cristãos que de fato desejam e sonham com um casamento à moda antiga, realizado na igreja, e somente após registro em cartório, e somente na condição de inaugurarem, um dia após o “SIM” no altar, sua primeira noite de núpcias aos pés do Senhor!

casamento-a-tres-pleno2Enfim, se por acaso este for o seu caso, ou se você é um cristão e tem ESTES pensamentos em sua mente, então seus olhos deram com a fonte certa, e este é o seu “jornaleco” inseparável. E faça mais: espalhe o nome deste Site para todas as moças cristãs que você conhece, bem como para as igrejas de suas visitas ocasionais, sem falar na indicação de viva voz para a sua própria igreja. E é fácil explicar que “Casamento-a-Três” não se trata de nenhuma proposta de “ménage”, e sim de uma TRINDADE, realizada na igreja, entre o Homem, a Mulher e seu Deus, o qual guiará e abençoará aquela relação até que a morte os separe. Em seguida, inscreva seu nome entre nossos inscritos e aguarde até que nosso Sistema computadorizado acumule “candidatos suficientes” e identifique, entre estes, um jovem ou uma jovem cristã com as características de uma alma gêmea para você, que deve então continuar sua vida de oração a Deus, pedindo pela mulher de seus sonhos e vice-versa, para a jovem cristã.

Não temos nenhuma dúvida de que, com as nossas orientações “técnicas” (atualmente com publicações quinzenais no Site), com os sites por nós indicados (vide aba “Agências parceiras”) e com a continuação da leitura da Bíblia, Deus lhe abrirá as portas, como abrirá aquele coração que você deseja encontrar, se é que este já não está fazendo parte de seus ciclos sociais/eclesiais. E esta é, afinal, a missão precípua do jovem cristão, a saber, salvar almas e salvar-se do caos (junto com uma futura esposa cristã) que agora constitui este mundo e suas pavorosas ciladas, as quais só aniquilam vidas e desencaminham corações. Que Deus lhe proteja e lhe abençoe em sua sábia missão.

 

Publicado em Casamento | Deixar um comentário

O que espanta não é ter perdido o pênis, é COMO perdeu…

Na esteira das mais diversas “loucuras” sexuais divulgadas na modernidade, figuram casos escabrosos já comentados por esta Agência, mas aqui apresentamos a prova cabal de que o ser humano de fato está com uma estranha anomalia em seu instinto sexual, a saber, seu total descontrole.

conferindo-a-ausencia-de-penisNuma notícia que para a maioria soa como coisa jocosa, esta Agência vem comentar um fato para nós extremamente triste, no sentido de que prova a completa perda do controle mental sobre o instinto mais básico da criatura humana, o instinto sexual ou de procriação. Lembrando a velha noção da igreja e da Bíblia Sagrada de que “a carne é fraca”, é triste e aterrador constatar que a inteligência supostamente evoluída do homo sapiens sapiens chegou ao Século XXI subjugada pela mais baixa emoção, uma emoção animalesca, aquela que proporciona um prazer iniciado na epiderme do pênis e concluído no cerne do cérebro, quando este interpreta o toque epitelial como prazer. E pior, nada indica que as coisas estão melhorando, pelo contrário, a pós-modernidade parece ter erigido o prazer sexual como a única via viável da felicidade, a saber, o perfeito antídoto da depressão, da neurose e de outras psicopatologias comuns no nosso tempo.

Refiro-me a um rocambolesco caso – mas nada de raro – em que um homem já bem adulto (ele tem hoje mais de 50 anos!), dizendo-se ‘carente’ de uma mulher – ou de qualquer orifício (vide ESTE vídeo do StudioJVS), procura uma “garrafa bem gostosa” – deve ser aquelas de “leite”, de boca mais larga (vide foto abaixo) – e, antes mesmo de iniciar a ereção, começa a “pinar” na garrafa até o pênis engrossar e endurecer e… tchan-tchan-tchan… ficar preso ou ‘colado’ dentro do vidro! Depois de tal loucura, talvez nem o orgasmo tenha valido a pena, pois o terror de não poder mais sacar fora o pênis, e o risco de tentar fazer isso e quebrar a garrafa com lacerações impensáveis, o marmanjão se sentiu envergonhado e tomou a pior atitude: não procurou ajuda e não contou a médico nenhum, pela óbvia vergonha que sua situação de ‘carência’ inspira em todos nós. Resultado: pela mera busca de um simples orgasmo, perdeu o seu órgão mais precioso, ou mais precioso para quem tem no pênis a sua única fonte de felicidade! Chocante não?

eu-sou-a-garrafa-gostosa2

Certamente ESTA não foi a garrafa que aquele maluco usou, para seu bilau ficar preso.

Porquanto o choque de uma notícia dessas (veja AQUI), que para a maioria choca pela loucura de uma tara deste tipo, e para o restante choca pela incompreensível carência de sexo (afinal hoje em dia, as próprias mulheres já ficaram tão paranoicas que muitas delas sem dúvida se prontificariam a “ajudar” tal mancebo em sua solidão, e muitas até gostariam de experimentar uma transa com um tarado desses!), chega para nós com a bofetada paralisante de comprovar o total descaminho em que se encontram as almas desta geração, para quem a simples passagem de esperma pela uretra põe em risco a própria vida do indivíduo, mesmo estando o mundo a oferecer-lhe as mais variadas experiências!

Pode-se também lembrar que assim como na política se disse “a esperança venceu o medo”, aqui se viu que “uma tara moderna vence o medo”, como se sexo fosse tudo o que existe, e qualquer outra opção é rejeitada como um convite ao suicídio. Enfim, o exagero na escalada da depravação aqui chegou ao seu limite final, e talvez nem mesmo os mais espertos demônios chegavam a acreditar que o ser humano mergulhasse tão fundo no vazio, e por isso o pênis engarrafado é um “presente dos deuses do erotismo” aos mais descrentes demiurgos do inferno.

Agora então, com esta prova da total degeneração alcançada na sociedade inteira (após décadas e décadas de bombardeio erótico midiático), o destino das almas humanas está por um fio, no sentido de concluir-se íntima e socialmente a construção do elevado muro da rejeição a Deus, fechando todas as portas para a luz do Céu entrar e salvar. Noutras palavras, a continuar como está, a sociedade inteira não conseguirá sequer “ouvir” a voz do Salvador no meio das trevas, e se ouvir alguma coisa, não terá mais força alguma para abandonar o ilusório caminho do prazer então vazio, já que não terão mais corpos para o gozo carnal. E serão como meras massas amorfas a revolver-se num lamaçal fedido, com todas as suas energias anímicas vendidas ao processo de sucção energética dos maus espíritos, vampiros de almas. Esta advertência ficou bem clara em CS Lewis, sobretudo em livros como “The Great Divorce” (“O Grande Abismo”), onde as almas são mostradas desnudas perante os olhos dele, num sonho lúcido permitido por Deus.

Daniel PereiraTrazendo a notícia para a realidade presente, o que aconteceu com a inteligência humana que venceu todos os desafios da Evolução das Espécies, inclusive a luta pela sobrevivência perante feras e bestas-feras terríveis, levando o Homem à evolução tecnológica de nossos dias? Neste momento só uma dedução faz sentido: o Homem a rigor nunca desejou evoluir para morrer nos braços de instintos superados pela Evolução Mental, e todos nós no fundo desejávamos crescer e galgar as estrelas, até para poder curtir prazeres muito mais elevados, como os da paranormalidade e da trancendência! Afinal, ESTE era de fato – e acho que ainda é – o sonho de todo espírito potencializado por Deus, já que o Senhor sempre desejou o crescimento inexorável de suas criaturas, o qual CS Lewis explicou com aquela famosa sentença divulgada na sua Trilogia Espacial: “Conduzi todas as naturezas à perfeição”, indicando que até os mais pequeninos seres vivos, como ratos e esquilos, estão no plano evolucionário do Criador, para elevar toda a sua Criação a patamares transcendentais.

O que deu errado então? Ora. O mais provável (sem usar necessariamente a Bíblia) é que algum outro ser tenha se interposto entre o Homem e Deus, e com isso se sabe de imediato que tal ser não podia ser BOM, já que se levantou contra a bondade do plano de Deus, como se sentisse inveja da Evolução transcendental prometida para todas as criaturas!

Então cabe a pergunta: o que podemos fazer para vencer tal espírito mau e voltar aos domínios de Deus? Ora; é exatamente isto que tem feito esta Agência, a saber, alertar e orientar cada leitor nosso a olhar para dentro de si e procurar ver ATÉ ONDE a depravação midiática lhe influenciou, ou até que ponto você trocou sua paz interior por um pífio prazer que pode até lhe tirar a felicidade eterna! Porquanto não é possível que você tenha sucumbido a sua Inteligência ou tenha erradicado a sua massa cinzenta para a pobre recompensa da carne humana, cujo maior prazer depende da sensibilidade de sua pele e da capacidade de interpretação de seu cérebro, ambas frágeis realidades a mercê das intempéries e das forças entrópicas da natureza física!

nativity-maryjosephÉ como na história do homem que trocou o Paraíso por um guisado de lentilhas, e a história do outro que trocou um emprego de concurso para se aventurar a cantar na noite e terminou “dormindo no banco da praça”. Nossa inteligência, pois, precisa honrar seu Criador, a maior inteligência que existe, e que jamais cometeria a burrice de criar um burro que não evoluísse! Afinal, os burros também evoluíram quando transportaram Jesus pelo menos duas vezes, e jamais serão os mesmos burros quando forem chamados ao grande Juízo! Neste caso das taras animalescas que infestam nossa alma, será muito melhor assumir a burrice dos burros que levaram Jesus do que a burrice da “garrafa gostosa cheia de esperma”.

Finalmente, o instinto sadio foi aquele que Deus criou e preparou para nos apresentar uma única mulher decente, com a qual nosso instinto sexual poderia funcionar direito, e ainda nos dando a recompensa de um prazer que, potencializado pela fé e pela oração, poderia levar nossa consciência a experimentar um orgasmo literalmente sublime, com a promessa de um “gozo” muito maior a ser vivido na posteridade. E aqui, como nos ensinaram nossos pais, a pressa é inimiga da perfeição, literalmente, pois a posteridade será muito mais bem vivida por aqueles que experimentaram, dentro dos limites da paz e da sensatez, as recompensas individualizadas de cada prazer terrestre. Que a história da “garrafa gostosa” entre em nossa consciência como entrou a educação de nossos pais.

 

Publicado em Casamento | Deixar um comentário

Outros sintomas da psicopatologia sexual moderna

Com mais cinco notícias esdrúxulas sobre a sexualidade atual, este site prossegue no seu dever de informar à sociedade pela ótica decente da Moral Cristã, como co-responsável pelos alertas implícitos na destruição de Sodoma e Gomorra.

mayra-hills-e-sua-loucura-por-seiosNem será mais preciso uma volta aos textos que serviram de introdução a esta série de artigos sobre a situação moral sexual moderna, sem falar no fato de que nossos leitores já foram, sobejamente, alertados por nosso ministério, seja na igreja ou na leitura de nossos comunicados. Isto é ponto pacífico. Entretanto, devido à cegueira que o chafurdar nos vícios provoca em todas as consciências, não será demais abordar outros casos de estranhos comportamentos, que esta Agência tem chamado de “depravações consentidas e aplaudidas” pela Humanidade atual.

Com efeito, o mundo moderno se mostra a cada dia um espetáculo mais deprimente do que os cenários anteriores mostravam, e, embora possa-se discutir a preexistência de todos os pecados vistos hoje (pelo mundo inteiro, por causa dos meios de comunicação de massas que não existiam antes), uma certa “qualidade” – uma má qualidade, digo – de caráter transparece em toda cena, como se nem mesmo uma sutil censura íntima, um tênue queixume interior, tivesse conseguido sobreviver a tantos anos de exposição à Tentação, presentemente imposta e compulsória na maioria dos lares do Século XXI. A ideia de não caminhar junto da jaula do monstro para evitar ser golpeado por suas garras deve ter sido desobedecida por toda a sociedade, e parece que nem mesmo o monstro agora é tão mau, e por isso a Tentação ganhou a eleição e o direito de manter-se DENTRO dos lares e dos corações, lugares estes que agora talvez não abram mais a porta nem mesmo para Jesus Cristo (Ap 3,20). E os exemplos são muitos. Senão vejamos.

(1º) Agora as mulheres aprendem a vida com prostitutas (ou como prostitutas): Uma reportagem trata de arranjar 7 dicas de garotas de programa para a mulher dita “decente” ‘arrasar’ na cama! Confira a matéria NESTE link e veja como de fato estamos no lado mais extremado da inversão de valores, na última curva da depravação.

gemeas-q-transam-com-o-mesmo-cara(2º) Gêmeas idênticas querem engravidar do mesmo homem: Lendo-se ESTA notícia tem-se a impressão, à primeira vista, de que o caso trataria de duas irmãs com problemas para engravidar, e que por serem gêmeas, gostariam de utilizar o esperma congelado de um mesmo pai, num processo de inseminação artificial até certo ponto louvável. Mas não é nada disso: é depravação mesmo: as duas gêmeas transam com o mesmo homem e querem engravidar, via relação sexual, com o mesmo “namorado”, e como querem que as gravidezes aconteçam em sequência, subentende-se que as duas transarão uma após a outra ou até simultaneamente, já que parecem aceitar a vida sexual sem qualquer restrição ou pudor entre eles! Pode? (O leitor pode sentir a “aprovação” íntima para tais casos?)…

homem-gravido-via-sexo-anal(3º) Pai de duas crianças afirma estar “grávido” após fazer sexo homossexual: sem comentário. Após considerar a escancarada loucura de acreditar numa gravidez via sexo anal, o autor de tal bravata ainda veio a público contar a sua tresloucada história, sem se importar em momento algum que a sua até então bem defendida masculinidade seja atirada na lata do lixo, quando um heterossexual admite ter tido relações anais com outro homem. Enfim, quando a heterossexualidade é vivida em ambientes tão depravados quanto este da sociedade massificada pela Mídia, nem é de se admirar que as pessoas dessa sociedade nem creiam mais na existência de “machos e fêmeas” no sentido bíblico, e por isso Jesus não faz ideia de QUEM levará com Ele para o seu banquete final, para o qual Ele uma vez disse que levaria pobres, órfãos e aleijados de todos os gêneros. Vai ver era nisso que falava o Mestre.

mulher-virgem-se-oferece-em-publico(4º) Mulher virgem de 45 anos se anuncia em outdoor para procurar parceiro: Difícil é acreditar em virgindade nesta idade e nesta era tão paranóica! E se uma mulher chega aos 45 ainda virgem (sobretudo se ela não tiver um defeito asqueroso de caráter), está aqui estampado um outro efeito da depravação mundial, a saber, que os antigos heterossexuais (aqueles que no passado eram homens com “H” maiúsculo) não mais existem e, dado o aumento da homossexualidade motivado pela mídia imoral, as mulheres hetero precisarão SE ANUNCIAR publicamente à procura de um parceiro, como se dissessem: “Ei! Aqui estou eu! Linda e virgem para organizar sua vida e seu lar!”. Enfim, como é triste ver até onde a depravação chegou, com sinais evidentes de desintegração da personalidade humana e com ela a desestruturação das famílias! É o inferno na Terra!

Gente caindo num buraco(5º) Pior: a depravação também já entrou em ambiente cristão. Veja estas duas notícias: “‘O segredo quando sua esposa não quer fazer sexo é não olhar para a cara dela’, diz site cristão”. Pior, os organizadores de um site desses nem de longe se preocuparam em investigar se a Escritura Sagrada daria qualquer apoio a uma prática sexual feita SEM a perfeita vontade/reciprocidade da mulher, condição essencial para a harmonia do casal. Além de não levar em conta que a meta prioritária do Matrimônio cristão é a espiritualização do casal, e não a sua desistência de exercitar seu autocontrole (ferramenta maior para a santificação), o tal site cristão parece achar que oferece uma solução bastante razoável, com a segurança da aprovação do conselho pelos líderes da igreja, igualmente hipnotizados pela onda erotizante globalizada. É o abismo chamando todo mundo para dentro!

pastor-e-infiel-aprovado-pela-esposa(6º) Pastor se casa com menina de 19 anos, e quem abençoou a relação foi a esposa dele! (Veja esta sem-vergonhice NESTE link). Sem levar em conta que este tal pastor pode ser um líder mórmon (os mórmons aceitam a poligamia), o que deve nos espantar e que está escancarado aqui é a facilidade e a livre concessão dada pelas esposas para estas degradações de seus maridos, coisa nunca antes aceita sem conflito, como seria lógico numa sociedade respeitadora na Moral cristã. E pior, a aceitação/aprovação das esposas para esta safadeza (em nome do desespero de manter o casamento com um marido cuja depravação o impede de ser fiel a uma única mulher!) traz implícito o veneno de amolecer o coração masculino para também aceitar tal desfecho por parte da mulher, quando esta lhe sugerir um outro homem para apimentar a relação já esfriada entre os dois! Enfim, eis aí a porta aberta para a sodomia!

sodoma-vista-pela-mulher-de-lo-1Por falar em sodomia, este Site “Casamento-a-Três” encontrou um vídeo onde a história de Sodoma e Gomorra ficou bem documentada, sobretudo a partir da ótica histórico cristã católica, e o mesmo será oferecido à audiência do leitor após este comentário. Porquanto, enquanto falamos de outros sintomas da psicopatologia sexual moderna, o passado longínquo da Humanidade não deve jamais ser esquecido, até porque ele nunca oferece luzes falsas para um prognóstico seguro acerca do futuro, e muito depois de Sodoma outras cidades e civilizações pereceram pelos mesmos mecanismos de depravação descritos no Velho Testamento. A descrição detalhada dos vícios e pecados daqueles povos sodomitas ficou muito bem explicada NESTE vídeo, e nele podemos ver até outras ilustrações para uso na nossa Escola Teológica, a E-A-T.info.

Finalmente, para não voltar ao lugar comum da exortação da santidade planejada por Deus para a Humanidade, diante do destino trágico de civilizações moribundas ou desaparecidas após anos de práticas sexuais desregradas, julgamos por bem termos atingido a consciência do dever cumprido quando estimulamos os nossos leitores a enxergar também muitos outros sintomas de psicopatologias sexuais na modernidade, e não é à-toa que as estatísticas conferem um número bem acentuado, como a maioria dos internos em hospitais psiquiátricos, entre almas que se iludiram com religiões falsas (ou ligadas aos demônios) ou com o canto da sereia libidinosa do sexo livre! O alerta é antigo e não poderia ser alterado, pois a decência é como a honestidade: ou se é por inteiro ou não é.

 

Publicado em Casamento | 1 comentário

Sintomas de uma sociedade (muito) doente

Nem é preciso ser doutor ou ter mestrado em área nenhuma para olhar para o mundo e ver o quanto a Humanidade degenerou-se de um modo absurdo, ao ponto de fazer o planeta parecer atualmente uma imensa fábrica de loucos, e de loucos aplaudidos pela sociedade…

velho-se-hipnotiza-com-depravacaoÉ inquietante e assustador o teatro real que se descortina diante de nossos olhos: a sociedade inteira se corrompeu e ninguém mais se espanta com nada, até dando mostras de aceitar, de bom coração, a escalada da depravação que campeia nos 4 cantos do mundo, como que provando estar este Planeta inteiramente descontrolado, ou pior, sob controle de uma mente diabólica, literalmente. Este artigo vem explicitar os atos e fatos deste sórdido teatro, pontuando-os com notícias reais de sintomas crescentes de patologias psicossociais, aparentemente sem cura.

Consciente de que tais patologias ora são tidas por “normais”, ora não são vistas de modo nenhum (elas passam sem ser descobertas pelo prazer que evocam e pela ignorância mancomunada com as ciências humanas), nem como patologias nem como anormalidades, este Site então só encontrou um único meio de tratar delas de modo sadio, a saber, usando a Palavra de Deus e a Teologia cristã para apontar um Norte às almas vitimadas pela depravação globalizada.

sao-luis-de-gonzaga-jesuitaAntes de chegarmos às notícias, porém, uma palavra sintética sobre a razão divina para opor-se ao atual estado de coisas se faz necessária, e ela é extraída da Teologia bíblica e da ética cristã, a qual sabe muito bem o estrago que uma negligência nesta área provocaria no clima do planeta inteiro. A razão precípua da ordenança divina para a santificação das almas é a seguinte: As almas humanas foram criadas para manterem sua identidade eternamente, e só assim conseguiriam amar de verdade, enquanto pudessem dedicar amor voluntário por Deus e pelo próximo. O estado de autocontrole da mente humana teria que ser mantido a todo custo, uma vez que sua eliminação geraria seres descontrolados ou controlados por terceiros, a saber, controlados por inteligências angélicas decaídas, interessadas tão somente em sua nutrição espiritual e prazer anímico pela maldade. O caminho para levar almas ao descontrole seria mergulhá-las na depravação, de tal modo que elas não tivessem mais qualquer controle sobre os instintos básicos do corpo carnal, e assim tivessem sua VONTADE controlada pela Tentação, e não mais por sua Razão, única capaz de garantir Liberdade anímica e reconhecimento do senhorio de Deus. Logo, o malefício da depravação não estaria na quantidade de mulheres ou homens como parceiros sexuais, mas na incapacidade de cada alma de fazer a vontade da Razão, que foi criada para autogerir-se e com isso curtir os prazeres da convivência com Deus. Toda vez que não se controla sexualmente, uma alma estaria provando que não agiu pela Razão divina, e sim pela mera vontade carnal, como testemunho de fraqueza sobre seu próprio destino.

Isto posto, nossos pesquisadores encontraram diversas notícias-bomba no registro de uma lista de depravações, as quais serão dadas e comentadas agora, para efeito de introdução desta discussão com o leitor. Senão vejamos.

refugiadas-estupradas(1ª) Mulheres refugiadas sofrem violência sexual durante êxodo (por onde passam), diz Anistia Internacional. A ausência de defesa para as mulheres é patente, e tudo indica que as taras sórdidas que as procuram não veem qualquer lei que as proíbam: leiam AQUI.

(2ª) Empresa cria “cabine pública de masturbação” em NY, em plena luz do dia: Leia este absurdo pós-moderno NESTE link e pasme.

(3ª) SURUBA TOTAL NO PROGRAMA ‘FANTÁSTICO’ da Rede Globo: A notícia diz que orgias de jogadores de futebol chegam a durar até dois dias, e ninguém vê nada anormal nisso. A Globo se refestela com a “deixada” da Mídia mundial e vê na notícia mais uma brecha para passar a mensagem subliminar que mais gosta, a saber, a da ausência de Moral sexual no mundo pós-moderno. Leia a notícia NESTE vídeo e pasme.

(4ª) Nos Estados Unidos, mãe e filho são presos por incesto após manterem relações sexuais, e pior, o filho é casado e a esposa mora com a mãe! Pode? Pois veja AQUI outros detalhes desta notícia escabrosa que, desgraçadamente, parece estar crescendo em número e em requintes de depravação, como só a sociedade americana moderna poderia conceber.

casal-mae-e-filha-incestuosos(5ª) Achou pouco? Consegue engolir outro caso de incesto? Que tal um incesto lésbico? É pouco? Pois veja este: Mãe e filha enfrentam acusação de incesto após se casarem nos EUA: o penúltimo estágio da depravação (o último talvez seja o da pedofilia generalizada) já se mostra eloquente NESTA notícia, e as duas protagonistas nem de longe se mostraram espantadas com a censura discreta que sofreram, pelo contrário, vibraram por sentir que “seu dia” está chegando, e ainda podem ter usado a Bíblia para defender sua prática abjeta. Leia um resumo DESTA notícia infernal aqui.

(6ª) Tudo isso é dado aqui como forma de resumo das notícias, “sem recorrer” a fatos ainda mais escabrosos, como o crescimento do número de pedófilos com o advento da Internet (existem verdadeiras quadrilhas organizadas de pedófilos na WEB, famintas ou loucas para alcançar “carne nova” naquele sórdido submundo, e nem mesmo a repressão e a perseguição dos agentes da PF tem conseguido diminuir aquele número); o estupro de mulheres por seus próprios maridos e o puro assassinato de donas de casa nas cidades do interior, sobretudo no Nordeste brasileiro.

cabine-de-masturbacao-publicaEnfim, não há mais necessidade alguma de procurar outros sintomas nauseantes do mundo social hodierno. A sujeira é tamanha que a visão histórica de Sodoma e Gomorra nem chega a chocar os olhos pós-modernos, e a visão real de uma explícita alcova do inferno pode até causar “inveja” nas almas aprisionadas pelas taras sexuais. Não há outra conclusão a extrair a não ser a da antevisão do apocalipse, quando todos os demônios terão conseguido elevar, até a superfície da Terra, aquilo que estava oculto nas profundezas da mente infernal.

Os sintomas de uma sociedade – muito – doente aqui apresentados deveriam chocar a todos, sem exceção, e também deveriam sacudir todas as mídias de massa, “arrependidas” de constatarem sua responsabilidade neste caos, se de fato fossem agências de Deus neste mundo. Mas não. Elas não se arrependem de modo algum, porque acreditam que um planeta depravado é muito mais ‘tentado’ a “comprar” sua programação imoral, bem como outros tantos produtos da “indústria da dependência”, do que um planeta santificado. E afinal, isso também é profético: como se pode fazer voltar atrás uma roda que já começou a girar há quase 100 anos? Ou como fazer um viciado esquecer seu vício com a mera explicação do vício dada por seu médico? Eis que este mundo está mesmo condenado, e somente a volta do Grande Juiz poderá desvelar o julgamento ou o perdão.

 

Publicado em Casamento | 1 comentário

Tesão do homem moderno depende de “quantidade”

Para garantir potência sexual plena e constante, macharal precisa estar sempre sendo excitado e trocando de mulher a cada instante (muitas mulheres), pois se tiver só uma ou uma por muito tempo, não levantará mais e se levantar, ejaculará cedo demais.

pugilista-cheio-de-mulheresUma descoberta impressionante bateu à porta de pesquisadores autodidatas da sexologia e, embora com as reservas de proteção de menores e da solicitação de anonimato das fontes, este Site vem de divulgar uma de suas estarrecedoras conclusões, e escolhemos a mais palpitante; a saber, a de que o tesão (ou potência sexual) do macho mundano moderno não passa de um gatilho mental danificado, que o obriga a sentir desejo não pela qualidade da mulher, mas pela quantidade de mulheres e imoralidades propostas por aquelas que se arriscam a dormir com ele.

E esta história nem é desconhecida, a rigor, pelo homem aqui referido. Passa-lhe despercebida por causa de sua correria profissional, por causa de seu cansaço existencial ou por causa de sua “embriaguês” sexual, que é aquilo que o deixa literalmente hipnotizado pela onda erotizante da Mídia, que destruiu toda a privacidade do sexo e ofereceu um desejo doentio, não o desejo normal (criado por Deus antes de Adão e Eva pecarem) que busca a felicidade do cônjuge, e não apenas o seu prazer pessoal ou da mulher que aceitou transar com ele.

Na alvorada da Criação deste planeta, Deus estabeleceu o sexo como modus faciendi da procriação (o nome procriação deve ser entendido como “pró-criação”, isto é, ajudar a criar mais seres humanos, como objetivo final e maior do sexo) e com esse pensamento adicionou a ele uma série de requisitos para a sua fisiologia correta, dentre os quais se encontravam:

como-o-homem-pode-resgatar-seu-papel-inspirar– O desejo não seria constante; Pelo contrário, só surgiria quando a mente consciente, levada ao justo descanso de um dia de trabalho (o trabalho na época cansava mas não irritava), e após uma hora de intimidade com Deus, recebia dEle algo como uma permissão para galgar o infinito da Trindade, e com isso o desejo de união carnal aparecia sublime e simultaneamente no casal em oração, e ao final desta oração os corpos se uniam “quase sem querer”, inundados apenas pela luz divina que iluminava um mundo sem energia elétrica.

– Neste clima de culto especial da Trindade triplificada pela trindade humana do homem e da mulher, o orgasmo muitas vezes nem era produto de ejaculação (na época tanto o homem como a mulher ejaculavam – dizem que ainda hoje há mulheres que ejaculam), e sim, do extremo prazer da comunhão tríplice, implodida em ondas avassaladoras de gozo mental consciente e subconsciente, cuja intensidade era tão avassaladora que fazia os dois esquecerem, literalmente, que seus corpos ejaculavam quando gozavam.

– E tudo isso depois do ato compunha uma memória tão vívida e completa que suas lembranças de cada cópula perduravam pelo ano inteiro, e por isso o casal nem sentia necessidade de copular outras vezes durante o ano, mas cada vez que o faziam havia uma avalancha de sensações orgásticas estonteantes e crescentes, quanto mais comunhão gozavam com o Senhor e Salvador de suas vidas.

Continue lendo

Publicado em Casamento | Deixar um comentário

A “justificativa” dos que querem o ménage é a “chatice”…

A chatice das mulheres (todas) faz com que nenhum homem ame de verdade e assim o que resta é o tesão, que acaba “substituindo bem” o amor pelo prazer “sublime” que traz. Pior: o mesmo fenômeno parece estar ocorrendo com as mulheres!

Menage-a-trois-2Recentemente fomos “sacudidos” pelo envio de pesquisa relatorial acerca da sexualidade na pós-modernidade, e ficamos pasmos com uma constatação assaz perturbadora: o macho moderno não sente nenhuma falta de amor, “Amor” no sentido verdadeiro e estrito, de sentimento profundo na alma e independente de situações de erotismo ou mesmo de proximidade física (há mesmo casos relatados de sentimentos que se intensificam com a ausência e a saudade!). A prova é tanta que é de um “macho heterossexual sadio” a célebre declaração, que já virou até “Frase de Caminhão”, a qual diz sem qualquer hesitação: “Amor mesmo só o de mãe!”.

A razão precípua de tal “desprezo pelo amor”, segundo um analista da pesquisa supracitada, segue por ele entendida como sendo resultado das convivências quase 100% problemáticas e sofríveis com o sexo oposto, a saber, a constatação efetiva e real de que aquilo que no passado se chamava de amor (segundo os pesquisados) nada mais era que uma submissão a alguma forma de “escravidão”, seja a ditadura da vontade do homem, da mulher, dos filhos, da autoridade civil ou até da autoridade religiosa!

Ou seja: todo o romantismo do passado, registrado nos anais da História como a realidade de lares felizes e amores eternos (ou que duravam até que a morte os interrompia), não passava de uma espécie de “ilusão consoladora” das desilusões e desencontros reais de vontade e personalidade, invariavelmente presentes em todos os lares, com as honrosas exceções de lares “autoritários” (se e quando havia alegria na submissão de um dos cônjuges, geralmente a mulher), geralmente cristãos ou religiosos de religiões ascéticas.

Padrão de beleza medieval-2Noutras palavras, é como se a Humanidade inteira tivesse assumido voluntariamente – e às vezes alegremente, como possuída por uma demência – o destino insípido de relações “frias”, onde o sexo quase nunca variava de posição nem de frequência, e os maridos e mulheres aceitavam isso sem questionar, como se aquilo fosse o mandamento da vontade de Deus! (Pior, as mulheres aceitavam isso não apenas por causa da religião, mas também por uma imposição da sociedade hipócrita da época; e os homens só aceitavam isso por possuírem vida dupla, a saber, o erotismo que não viviam com suas esposas era vivido com prostitutas de verdade, “conquistadas” em cabarés de verdade!): eis o retrato no mundo antigo, não tão antigo assim, pois até meados do Século XX esta era a realidade nua e crua, mais crua do que nua.

Com a chegada da modernidade, empurrada compulsoriamente pela mídia de massas (que só queria viciar o povo para vender mais propaganda e os produtos por ela veiculados), aquela mesma Humanidade “fria” foi levada a desconfiar e até a rejeitar os ditamos da Moral e da Ética, como se estas nada mais tivessem feito que “proibir” os prazeres da carne, e nesta pseudo verdade todo mundo esqueceu de todas as demais responsabilidades e controles absolutamente necessários à paz social e até ao futuro, assinalados em todos os manuais ético/religiosos do mundo inteiro.

E aí, após a chegada da Televisão sem censura e de suas co-irmãs impressas e antenadas, quando a sociedade inteira recebeu em seus próprios lares as cenas mais imorais da vida sexual desregrada, a patologia geral foi levando os olhos e depois as mentes a enxergar como verdade a mentira de que só o sexo de fato tem “graça”, e o amor é muito circunspecto ou formal demais para gerar “atração de qualidade” (vê-se isso aparentemente na música “Amor e Sexo” da Rita Lee, que também a compôs pensando em lucrar com o gosto já depravado da sociedade ou agradando à mídia imoral).

Deste ponto em diante até chegar à coisificação dos corpos e à descartabilidade do amor, foi preciso apenas um passo, a saber:

Continue lendo

Publicado em Casamento | Deixar um comentário