Muito além do “Santander Cultural”: eles querem sodomia com menores em público!

Se havia alguma dúvida de que a intenção secreta do inimigo de Deus era sodomizar a Terra, esta dúvida agora se foi de vez com uma nova lei no Canadá, a qual revoga a proibição da sodomia adolescente que os conservadores tinham decretado a duras penas.

A América do Norte, que engloba os dois gigantes do globo (EUA e Canadá), está agora a fazer mais uma demonstração de decadência moral e espiritual perante o mundo, sem no entanto apresentar nada de novo no conhecimento adquirido acerca da esquerdização do planeta, engendrada pelo Comunismo e pelo Socialismo, em todos os quatro continentes, como prova da chegada do governo único ditatorial do antiCristo.

Não é, portanto, nada espantoso para quem já conhece o Comunismo e seus insidiosos processos de penetração, com o domínio da Mídia mundial, a doutrinação das escolas e universidades e o aparelhamento das instituições. O que nos espanta é mais uma vez observar o grau de acatamento da sociedade às propostas mais depravadas da mente diabólica dos esquerdopatas, como se todas as dezenas de séculos de história do Cristianismo tivessem sido apenas “contos de fada” descartáveis, com a mentira de um Deus vivo que quer a santificação da Humanidade.

Mas antes de continuarmos, vamos conhecer melhor o que está havendo no Canadá, aquele Canadá tão belo e tão cativante que nos legou artistas do quilate de Celine Dion, Avril Lavigne e Alanis Morissette, e músicas tocantes como a bela “Canada”, que o StudioJVS remixou (veja AQUI nosso remix). Mas enfim, vejamos em palavras pontuais O ABSURDO diante de nossos olhos. É inacreditável, mas infelizmente é a realidade nua e crua do inimigo entrando e dominando todas as consciências humanas. Vejam:

(Abre aspas) “O governo canadense anunciou nesta terça-feira (15/11/2016), a intenção de revogar uma lei que proíbe a prática da sodomia antes dos 18 anos, por considerá-la “discriminatória”. O artigo 159 do Código Penal canadense estabelece que “qualquer um que mantenha relações sexuais anais com outra pessoa” pode ser punido com até dez anos de prisão, exceto se forem relações consensuais entre “esposos” ou “duas pessoas que tenham pelo menos 18 anos” (a idade de consentimento sexual no Canadá é 16 anos!). “O artigo 159 pune injustamente as relações sexuais em algumas circunstâncias. Nossa sociedade ‘evoluiu’ nas últimas décadas e nosso sistema de justiça penal também deve fazê-lo”, declarou a ‘louca’ ministra da Justiça, Jodi Wilson-Raybould. “É hora de que este artigo seja revogado”, afirmou ela, ao anunciar um projeto de lei com esse objetivo, e pior, na presença de outros depravados representantes da comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros).

A organização Egale, que representa essa comunidade, sustentou em um informe recente que dezenas de pessoas teriam sido acusadas em virtude desta lei nos últimos anos no Canadá, inclusive em províncias onde a norma foi invalidada pelos tribunais. Pior, os adeptos do sexo grupal também denunciaram que a lei reprime as relações anais “em lugar público”, ou quando “mais de duas pessoas participam ou presenciam”.” (Fecha aspas).

O que acabamos de ler deve horrorizar a qualquer consciência sadia, sobretudo se for cristã ou amiga do Conservadorismo que “conserva” a Moral evangélica como único meio de evitar o caos na Terra. O horror está justamente no fato de toda a imoralidade presente no processo está sendo tratada como coisa “normal”, sadia e até “decente”, já que é matéria posta em lei. E pior, com a manipulação esquerdista que quer iludir a Humanidade ao dizer que a Direita é retrógrada, e que “a Direita quer que o Conservadorismo vingue porque não quer a ‘evolução’ da Humanidade”, como se botar 10 pessoas transando juntas em público fosse qualquer coisa de “moderno” (ou pior, evolutivo), quando na verdade as massas transavam coletivamente em plena luz do dia há milhares de anos, lá nas cidades de Sodoma e Gomorra, que Deus destruiu com fogo e enxofre. Portanto, não há nada de novo nisso, e muito menos de “evolução”, pois transar no meio da rua é prática dos animais involuídos, e também a inclusão de menores do meio da suruba, que os cães também fazem!

Nem mesmo a alegação de liberdade, que a Direita supostamente viria proibir, não cola de jeito nenhum, pois ninguém deseja qualquer proibição (exceto aquela que envolver violência e morte) alcançando o quarto nupcial dos esposos legitimamente casados, conforme o acordo que fizerem os casais cristãos. O que se deseja, na Direita, é o respeito aos ambientes públicos, não apenas porque as crianças precisam viver a sua infância protegida das maldades adultas, curtindo a inocência salutar de sua idade, mas também porque A NINGUÉM interessa ver a intimidade dos outros, numa flagrante quebra da privacidade alheia.

A Direita, a rigor, não irá proibir uma suruba discreta, feita entre amigos que querem curtir sexo grupal em sigilo absoluto, desde que sendo todos adultos e bem resolvidos (embora “bem” resolvidos naquela malícia do diabo que foge da santificação de Deus!). Nem proibiria, do mesmo modo, o sexo anal, seja de mulheres ou de homens, desde que a regra fosse o sigilo e a idade adulta, além da não violência e da higienização para evitar doenças.

Logo, toda alegação de lutar contra a “evolução dos costumes” e contra a liberdade que a Esquerda alega ser a intenção da Direita, não passa de mais uma mentira do inimigo de Deus, pois ele sabe muito bem que o Conservadorismo também quebra as tramas que ele engendra, levando as almas à felicidade da vida com Deus, e é isto que ele quer impedir! Aliás, como este autor explicou no livro “Radiografia de Maria”, o que o demônio quer não é a nossa castidade, mas sim a nossa infelicidade, e o inimigo pode muitas vezes lutar contra o sexo, como ocorre com homens novos que sofrem de impotência ou com mulheres sadias que não sentem orgasmo. É óbvio que se o diabo quisesse APENAS depravação sexual, jamais iria possibilitar impotência e anorgasmia.

Isto posto, já que o intuito final é a “infelicidade geral da nação”, nada melhor para levar à depressão, à angústia e à tristeza, do que uma efetiva diminuição da recompensa sexual, e esta diminuição se dá justamente pela exacerbação da frequência e da banalidade do ato sexual, coisas que só as surubas públicas proporcionam, pois quanto mais sexo houver e quanto mais gente participar, menos os corpos devolverão qualidade ao prazer, fazendo o retorno da experiência ser cada vez menor, até ao ponto de que nem mesmo uma fila de centenas mulheres a transar com um homem satisfaça mais a fome de orgasmo que o cérebro viciado impõe! Isto se prova perfeitamente olhando para o que dizem os ex-viciados em drogas, sobretudo os convertidos ao Evangelho, quando contam que iniciaram sua desgraça pelo uso da maconha (a maconha é sempre a porta de entrada para drogas mais pesadas) e depois de alguns anos a ‘marijoana’ não mais lhes garantia o prazer inebriante dos primeiros meses, o que lhes ‘empurrou’ para a cocaína, para o craque, para a heroína e drogas mais potentes, ficando o prazer mesmo assim cada vez menor, como uma verdadeira maldição! E é esta “maldição da infelicidade final” que deseja o demônio!

O exemplo do Canadá é sintomático e bastante elucidativo: a decadência e queda final da Humanidade não advirá da mera explosão da violência urbana ou do terrorismo internacional, pois o diabo nem precisa de cadáveres para gozar o seu vampirismo anímico. Ele precisa de almas, e almas bem infelizes, para que ele mesmo goze, goze o estranho orgasmo da blasfêmia, rindo das lágrimas de Deus!

Saber que uma sociedade “tão evoluída” como a de um país como o Canadá está aprovando em lei a suruba pública, o homossexualismo e o sexo com adolescentes (leia-se pedofilia), nem chega a espantar o cristão mais atento, mais consciente e mais preparado biblicamente com os sinais do fim, pois o seu Senhor lhe alertou, há mais de 2.000 anos, que a sociedade caminharia nesta direção. E disse mais, que todos os maus pagarão por seus atos. Não é uma bebida de bom gosto, mas tira a sede de Justiça dos nossos corações consagrados lembrar que Jesus até nos pediu, diante dessa sociedade imoral, que deveríamos “exultar e alegrar” com esses sinais, porque eles anunciam o final da História, onde enfim a Justiça prevalecerá. Maranata!

 

Sobre John Valente

Prof. John Valente - Especialização: relacionamento conjugal cristão; Formado em Administração de Empresas e Teologia, especializou-se em Ciências da Religião, e participou de diversos cursos e treinamentos na área de relacionamento conjugal, inclusive o Seminário de Relacionamento Afetivo da “Agência de Casamento” que lhe apresentou à sua esposa.
Esta entrada foi publicada em Casamento. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code