Dicas para a jovem cristã estar bem no primeiro encontro

O que vestir, o que calçar, o que usar no cabelo, o que falar, etc., podem ser dificuldades para a moça descrente, mas a cristã tem ao seu lado a inestimável orientação da Palavra de Deus e das conselheiras de sua igreja, que geralmente conduzem as coisas para a Vontade de Deus.

Casal feliz em beijo com BíbliaImaginem vocês que se para se vestir no dia a dia as jovens já enfrentam uma tarefa tão difícil, o que não dizer no dia em que vão ter um primeiro encontro com um jovem cristão benquisto pela igreja e por sua família? Ora; parece que tanto no mundo quanto na cristandade, as mulheres não conseguem escapar deste terrível labirinto das roupas, mostrando uma insegurança típica da pouca idade e experiência.

Porquanto naquela idade bela, ou como dizem, na flor da idade, onde a beleza refulgente do rosto e do corpo cobrem qualquer imperfeição apontada por uma invejosa, não haveria hora e lugar pior para sentir insegurança, pois a própria natureza as ajuda em tudo, exceto quando outros fatores (como a chatice e a arrogância) bloqueiam a beleza e impedem o sorriso milagroso da juventude.

Ao contrário, numa mulher já em idade mais avançada, e onde a beleza já não ajuda mais, seria compreensível pintar a insegurança, até porque a imaturidade masculina e o instinto sexual inflamado e cego de nosso tempo levam todos os homens a preferir uma moça jovem, mesmo que ela seja um porre, porque a maioria só está pensando em usufruir uma noite ou um mês daquela beleza cintilante da mocidade. Enfim, isto é o tipo da coisa que jamais deveria ocorrer com os jovens e os solteirões da igreja, pois a convivência diária com a Bíblia já deveria tê-los “calejado” o suficiente para saber que a beleza não põe mesa, e Deus “não põe mesa” para mulheres fúteis.

Como a mulher cristã deve se vestirMas vamos ao nosso assunto: Qual seria a melhor roupa para um primeiro encontro sem a moda mundana? A jovem crente não deveria ser igual às filhas do mundo, que olham, tiram tudo do guarda-roupa e mesmo assim não ficam felizes com nada do que vêm, e muitas vezes ainda vão reclamar dos pais que não compraram mais roupas ou não lhe deram dinheiro suficiente! A jovem crente deveria, independente da roupa, mostrar sempre o seu jeito cristão de ser, nem que isso signifique cabelos e vestidos bem longos, sapatos baixos e meia escura, camisa de manga e outras “caquices” (tons cáquis), no linguajar dos arquitetos.

De qualquer modo, este será seu “estilo”, e deve ser contra tudo e contra todos, pois só a você e Deus cabe decidir a sua vestimenta (e esta, antes de agradar a qualquer pessoa, deve agradar ao seu Criador e Salvador). Mesmo assim, não adiantaria estar numa roupa coberta por Dior e não ter estilo. A postura santa é que é o bicho! O comportamento ditado pela Escritura é que deve ditar as regras de sua vida e, nessa hora, você pode estar até de calça “bluejeans” e camisa de malha branca (com sutiã, é claro), e tudo dará certo.

Todavia, querida, como a imagem é tudo e a primeira impressão pode ser a mais forte, a roupa acaba sendo algo importante para decidir: seu charme e sua elegância poderão contar muito quando associados a uma roupa bem escolhida.

Gata linda mas falsa-1Além disso, as roupas terminam por fazer parte da sua linguagem corporal e não-verbal, sendo perfeita para criar expectativas positivas e apontar uma decisão que não pode ser imediatista, na cabeça do seu escolhido. Logo, se a sua roupa for vulgar, ou mundana, provavelmente isso vai levar o espírito de seu encontro para o buraco da maldade, e o jovem, se for um bom crente, vai fugir; e se for um mau crente, vai se desviar do Evangelho (e você não vai querer levar esta culpa para o túmulo, vai?). Por isso, se sua roupa for neutra, cáqui, chique e decente ao mesmo tempo, sua imagem será bem vista, tanto por Deus quanto pelo rapaz que você irá encontrar. É isso. Mas vamos a outras dicas de moda cristã:

Dica 1: Salto alto

salto-alto-e-varizesCuidado com saltos altos! Isto tanto a Medicina quanto a Doutrina dizem! Salto alto tanto pode prejudicar os tendões de seus tornozelos, quanto as “tendências de seus conselhos”, e terminam por apresentar uma impressão diferente daquela que uma moça cristã séria tentava transmitir. Já o mundo diz que saltos altos tornam as mulheres mais seguras, ao contrário da Ortopedia e da Teologia. Além de ficarem mais altas, aparentando uma altura falsa, podem gerar confiança numa silhueta mentirosa e desequilibrar a sua postura. Claro que salto alto chama mais a atenção, tanto dos homens quanto das mulheres: afinal você está mais alta! (para o mundo, mas pode estar mais baixa para Deus). Enfim, nem todas as modas do mundo podem ser copiadas pelas crentes.

Dica 2: Vestido

Vestido longo na cor certaGaranto que até um monge 99% cego vai olhar mais para você usando um vestido do que uma calça! A Palavra de Deus também é a favor de vestidos, sobretudo os longos ou abaixo dos joelhos. Calças compridas são consideradas roupa de homem e calças curtas são indecentes. Logo, use vestido e seja o que Deus quiser. A cor do vestido? Só uma dica: nada de cores “cheguei” ou estampados fortes. A sugestão do preto, do cinza, do marrom, do cáqui ou de uma mistura suave dessas cores cai muito bem.

Dica 3: Nada de exageros em parte alguma

Vestido, sim. Vulgar, nunca. Nada de decotes nem saias acima dos joelhos. Isso vai mostrar logo de cara que tipo de moça você é, e para que decidiu sair de casa e ter o encontro com ele. Como ficará a curiosidade dele? É justamente isto o que está por trás de sua atitude decente: você, além de mexer com o imaginário dele, ainda mostrou que não é igual às do mundo e por isso ele deve decidir o que quer ANTES de ousar alguma tolice, se é que ele quer de fato uma conquista para o futuro. Portanto, um vestido elegante e bem comportado na medida certa é a arma perfeita!

Dica 4: Roupa colorida – cuidado!

Roupa colorida demaisVocê quer que ele olhe para você ou para a cor verde limão do seu vestido? Quer que ele descubra o tom de seus olhos castanhos claros ou a floricultura de pano que você traz no peito? Isto ficou claro? Então, querida, a regra é buscar o que valoriza o seu biótipo, e não o seu guarda-roupa! Aliás, homens crentes jamais darão muito valor a qualquer sinal de vaidade e futilidade em suas pretendentes, pois sabem que essas mulheres, sendo fúteis no início do namoro, serão um porre de futilidade após o casamento! E todos os homens, mesmo os mundanos, detestam mulherinhas vazias, que só falam na moda alheia e no vestido que compraram em Paris.

Dica 5: Autovalorização

A moda na igreja - Ellen WhiteTecidos finos, que marcariam “imperfeições” do corpo, ou estampas chamativas que marcariam suas curvas, tudo isso pode denunciar o que você precisa esconder. Logo, escolha roupas que destaquem o que você tiver de melhor, de preferência aquilo que lhe dê a chance de conversar mais francamente, para mostrar que também quer a sinceridade do rapaz. Por exemplo: Se seu “colo” é bonito, use uma roupa que mostre seu volume sem mostrar a pele: o cara saberá “imaginar” o seu tamanho! Se seu colo for “fraco”, ou você tiver pouco busto, mantenha tudo escondido, mas usando sutiã com preenchimento (pois já que ele só vai vê-la nua depois de casado, ele nem se lembrará mais de ter visto algum volume em sua blusa). Se as suas pernas são grossas, um vestido na altura do joelho já irá deixá-lo mais do que feliz: o tornozelo e a panturrilha sempre falam mais alto, e não lhe darão a imagem de “vulgar”, pode crer! Se suas pernas forem muito finas, decida entre o longo e a calça comprida, e capriche na conversa. Use mas não abuse de maquiagem, que deve ser sóbria e realçadora de seus pontos fortes (olhos, lábios), ao mesmo tempo em que omite as “imperfeições” de seu rosto.

Pronto! Agora você está pronta. Pode esperar por ele sem medo. Se ele de fato se interessou por você, e se for um cristão convicto que também sonha com um “Casamento-a-Três“, ele virá sem a mínima dúvida, e ficará com uma impressão muito melhor de sua personalidade, de sua espiritualidade, enfim, de você inteira, pode apostar.

Sobre John Valente

Prof. John Valente - Especialização: relacionamento conjugal cristão; Formado em Administração de Empresas e Teologia, especializou-se em Ciências da Religião, e participou de diversos cursos e treinamentos na área de relacionamento conjugal, inclusive o Seminário de Relacionamento Afetivo da “Agência de Casamento” que lhe apresentou à sua esposa.
Esta entrada foi publicada em Casamento. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

7 respostas a Dicas para a jovem cristã estar bem no primeiro encontro

  1. Miriam Senghi Soares disse:

    Puta que pariu, diria Maria Madalena… Volta Senhor Jesus……… Maranata urgente!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Ruana disse:

    Caro John Valente, aprecio sua tentativa de tentar disponibilizar um conteúdo para as garotas cristãs, porém gostaria de fazer algumas observações ao seu texto. Não me leve a mal, mas acho importante consignar que dado sua publicação ( e opinião) terem se tornado públicas, acredito que você permitiu que outras opiniões fossem colocadas aqui também.

    Pois bem, em primeiro lugar não consigo entender qual o seu problema com saltos altos. Em que pese sua fala de que é recomendação de ortopedistas não usá-lo, isso não tem a ver com santidade ou vontade de Deus, desde que utilizado com bom senso e moderação. Mesmo os médicos afirmam que o uso constante prejudica, mas a moderação nunca fez mal a ninguém.

    Quanto ao vestido, concordo com você que a maioria dos homens os prefere, mas isto tem relação apenas com a realidade machista (não a patriarcal, bíblica, mas a que tenta justificar as diferenças, fazendo interpretações errôneas do Evangelho) em que vivemos. Além disso, há muito as calças deixaram de ser prerrogativas masculinas, tanto é que duvido muito que você usaria uma calça feminina.

    Em relação às cores, elas são uma expressão da natureza, da beleza e da alegria. Se o preto e branco fossem tão recomendados, Deus não teria feito um mundo tão cheio de nuances. É claro que não é recomendado que a garota vista uma abacaxi na cabeça, mas cores alegres ou mesmo estampas devem certamente ser usadas se fazem parte da personalidade da menina, o que não se pode apoiar é que ela tolha seus gostos porque o EVENTUAL FUTURO PRETENDENTE não vai gostar. Ao contrário, o primeiro encontro é o espaço e tempo para que ambos se conheçam melhor, conversem e vejam se o relacionamento pode dar certo.

    Por último, mas não menos importante, quero frisar a sua seguinte frase: “Logo, escolha roupas que destaquem o que você tiver de melhor, de preferência aquilo que lhe dê a chance de conversar mais francamente, para mostrar que também quer a sinceridade do rapaz. Por exemplo: Se seu “colo” é bonito, use uma roupa que mostre seu volume sem mostrar a pele: o cara saberá “imaginar” o seu tamanho! Se seu colo for “fraco”, ou você tiver pouco busto, mantenha tudo escondido, mas usando sutiã com preenchimento (pois já que ele só vai vê-la nua depois de casado, ele nem se lembrará mais de ter visto algum volume em sua blusa)”.
    Por favor, não incentive as garotas que leem o seu blog a tamanha falta de sinceridade. Isso é enganação, e mais ainda, demonstra uma total falta de auto estima, pois se o garoto gostar do enchimento, essa não será a verdadeira forma que Deus concedeu a essa menina. Todos nós precisamos nos amar mais, sem egoísmos, mas termos a certeza que Deus nos prepara o melhor. Alguém que irá gostar do meu e do seu corpo do jeito que Ele nos fez.

    Fique em paz, Abraços.

    • John Valente disse:

      Excelente comentário, Ruana, e tão bem escrito que posso admitir raridade na sua forma, neste país semianalfabeto de pai e mãe. Oh irmã Ruana: é claro que você (e todas as mulheres do mundo) podem opinar sobre nossos artigos, até porque, como você disse, se foram PUBLICADOS, então é para serem comentados. De fato, querida, nossa intenção é a melhor possível (creio que você ‘viu’ isso). E se a intenção é boa, é isto o que de fato interessa, segundo o próprio Jesus (Mt 5,28). Todavia, irmã, o mundo se tornou tão depravado, mas tão depravado mesmo, que os maiores pregadores de hoje ficaram assim “meio inseguros” na escolha dos temas e das palavras, porque um mundo afundado no pecado também carrega o pecado de se ofender com tudo, e assim a verdade sai sempre machucada ou derrotada, como você pode perceber agora no caso da eleição de Donald Trump (o novo presidente até tem boa intenção, mas a Mídia imoral esquerdista não o deixará em paz, porque sabe que ele lutará pela moral evangélica e o conservadorismo). Pois bem. Isto posto, você já está vendo agora o tamanho da dificuldade em escrever bons conselhos para um mundo viciado em sexo e luxúria, pois o planeta inteiro voltou-se CONTRA a santidade e contra qualquer processo de santificação, e por isso não há maios espaço para sites como o nosso, e muito menos pregações como as nossas. Ponto. Mas vamos às suas palavras. Quanto ao salto alto, nossa posição é quase tão somente aquela que os ortopedistas defendem, embora achamos que qualquer coisa que “levante o bumbum” e engrosse a panturrilha é um instrumento e uma oportunidade para os demônios atiçarem a tentação visual que o corpo da mulher naturalmente suscita. Assim sendo, o melhor mesmo é não dar chance ao diabo (Ef 4,27) e buscar a santidade também nos sapatos, se é que você entende o que seja um sapato santo. Quanto ao uso de calças compridas, duvido muito que nosso artigo não tenha sido CLARO e que você não o tenha entendido! É óbvio que as calças em si não são ruins, mas “certas” calças que as mulheres usam quase as deixam nuas, certo? Então, apoie-se nesta ideia (da santidade) e use calças compridas decentes ou não coladas ao corpo. Quanto às cores, é claro que elas são de Deus, mas o sexo também é, e mesmo assim se tornou a principal arma do diabo para fazer cair a Humanidade: isto não tem nada de machismo, e sim, de “satanismo”, por assim dizer: você entende isso?. Quanto ao seu último parágrafo, estranho sua reação tão “impopular” ao conselho que publicamos ali: ora, as mulheres são exímias peritas em enganar os homens, talvez mais do que os homens as enganam (até porque toda mulher sabe o que os homens querem); às vezes TUDO nelas é enrolação: enganam na maquiagem, enganam no cabelo, enganam na idade, enganam na conversa e hoje em dia enganam até com silicone, exibindo peitos falsos ou glúteos turbinados! Ora, se ESTA é a realidade da mulher em geral (inclusive crentes), não há razão para se escandalizar com nosso conselho, pois às vezes uma pobre crente, feinha, magrinha ou sem peito, jamais consegue um namorado justamente porque NÃO SOUBE se vestir “disfarçadamente”, e deixou à mostra suas pernas finas ou seu peitoral “vazio”. Logo, o que chamamos de bom conselho foi apenas uma tentativa de ajudar essas moças crentes “feinhas”, usando de um artifício que toda mulher já usa sem ninguém ensinar. Você pergunta: mas isso não é falsidade? Não, se você considerar que Jesus elogiou a “habilidade” dos filhos das trevas, como que ensinando um novo modo de agir para os crentes vencerem a batalha contra o Mal (Lucas 16,8). Sacou??? Enfim, irmã, foi ótimo conversar contigo. Estamos aqui ao seu dispor para outras muitas conversas. Se quiser nosso e-mail, escreva para: johnvalente3@gmail.com – É isso. Abraço. A paz do Senhor.

  3. Suricato disse:

    Duas mulheres que se conhecem apenas de vista passam casualmente perto uma da outra dentro de uma igreja. Elas só não vão conversar entre si se estiverem brigadas…

    • John Valente disse:

      …Se estiverem brigadas ou se forem CRENTES de verdade, que respeitam a Casa de Deus e querem um bom silêncio para um momento de adoração. Agora, se forem dessas “crentinhas” que vemos hoje em toda parte, usando roupas que mais parecem copiadas de uma sambista de carnaval, aí elas irão conversar mesmo, e pior, sobre homens e encontros “indecentes”… Sacou?

  4. John Valente disse:

    oi, sabe q eu segui todas dicas e nao adiantou em nada. agente se apresenta super discreta, descente. sem mostrar pele…fala que nao gosta que passe a mao aqui e ali, mas o cara mesmo sendo da igreja, sempre da um jeitinho, vai comendo pelas bordas, mesmo voce segurando a mao boba dele e nao é é o primeiro ja vi muito disso acontecer com os caras q la dentro da igreja parecem ser santos…ate alguns do mundo respeitam e param qndo vc nao quer avançar. Simplesmente é perca de tempo se preocupar com primeiro encontro… (Enviado por Anb FT).

    • John Valente disse:

      Recebemos por e-mail seu comentário, Anb FT, e não entendemos porque não foi possível postá-lo abaixo da nossa publicação. Mas estamos verificando os códigos internos para ver se há algum bloqueio (em breve retornaremos). Quanto ao que você escreveu, de fato, querida, as coisas estão muito deprimentes hoje em dia, pois nem mesmo nos ambientes eclesiais encontra-se gente de confiança para dar bom exemplo do Evangelho. As moças crentes então estão sempre tendo que optar entre ficarem sozinhas (por longo tempo ou a vida inteira) ou namorarem crentes já seduzidos pela imoralidade mundana, e isso é de fato um horror! De qualquer modo, não afrouxe as suas rédeas e nem as suas convicções. Mantenha-se orando (orai sem cessar) e Deus lhe dará a resposta, que pode ser a felicidade de uma vida consagrada ou a aproximação de um homem de fato consagrado, para lhe apresentar seu futuro esposo. Não desista: Deus NUNCA desampara um justo. Se for da vontade dEle o seu casamento, pode esperar e apostar! Que Deus lhe abençoe e lhe dê a paz, até aquele Glorioso Dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code