Dez tipos de comportamento masculino que desqualificam um namoro

Atitudes incorretas na noção de liberdade e no alcance de sua própria influência no coração da mulher, podem contribuir para formar um namoro fora das regras bíblicas, e assim não chegar à vontade de Deus nem ao casamento, ou até pior, pode seduzi-lo a experimentar ideias de aventuras mundanas.

Rapazes na vadiagemElencamos neste post os tipos de comportamento inadequado para um jovem cristão que deseja formar uma família e viver conforme os padrões bíblicos. São eles:

1. Ser muito “festeiro”, ou do tipo que só sossega seu instinto se todo sábado à noite for para a balada e curtir a vida adoidado, mesmo quando a festinha é “evangélica” (pode crer, hoje em dia muitas igrejas estão dando festas que maculam o bom nome do Evangelho: veja um exemplo NESTE link).

2. Ao ir à praia ou à academia de ginástica, usar roupas que chamem a atenção para seus “atributos” sexuais, como se a namorada precisasse ver todo tempo o bicho macho que ela está carregando…

3. Usar de linguajar impróprio no namoro, sem poupar piadas imorais e termos chulos. Você sabe bem: São Tiago, chamado “irmão de Jesus”, apontou a pornografia como um pecado difícil de controlar (Tg 3,8), e Jesus ainda pisou em cima dizendo que “de toda palavra frívola que os homens proferirem, dela darão contas no dia do Juízo” (Mateus 12,36)…

Tô me sentindo tão sozinha4. Usar de desculpas evasivas quando questionado sobre atrasos e lugares visitados, como se após o início do namoro ele ainda tivesse liberdade para ser igual aos outros “solteiros”. Lembrar que o namoro cristão já é o início do “Casamento-a-Três”, e por isso muitas das regras deste incidem sobre aquele, exceto a regra das intimidades físicas. Assim, se um marido precisa contar à esposa onde esteve, o namorado cristão da mesma forma, incluindo uma boa causa para o atraso ou falta…

5. Ter interesse em assistir filmes chamados “adultos” e até novelas imorais, como as atuais. Aliás, dados os avanços da tecnologia, filmes estão quase fora de moda (exceto os vistos em casa) e novelas hoje em dia são abominadas até pelas mulheres mundanas, tal o nível de baixaria a que chegaram!. Assim, se um bom programa do agrado dela é ver filmes, escolha bons longa-metragens evangélicos (veja as sugestões de nosso site na aba “Filmes Imperdíveis”) e depois aproveite para bater um bom papo sobre a mensagem cristã ali contida.

Rapas e rapazes vadios6. Manter e procurar amizades com rapazes vadios e moças desregradas, cujas vidas não dão sinais de novo nascimento ou de qualquer freio moral para com a sociedade. Você já devia saber que a velha frase “diz-me com quem andas e eu te direi quem és” tem todo o espírito da inspiração divina e cabe idealmente aqui, e também é um conselho bíblico, só que muito mais leve. Na Palavra de Deus, a idéia foi passada muito mais ‘pesada’ nos seguintes termos: “Não vos enganeis, as más conversações corrompem os bons costumes!” (I Coríntios 15,33). Se você detesta corrupção, siga a Palavra de Deus.

7. Ter e manter segredinhos inconfessáveis para a namorada, como se quisesse dizer que ela não merece confiança: se for este o caso, a única atitude correta é acabar o namoro, pois quanto mais tempo durar, maior o sofrimento dela (um jovem crente tem que cuidar também para não ferir o coração das moças, muito mais sensível que o nosso, e isto como parte inseparável da caridade cristã tão desejada por Jesus Cristo).

Casal em carícias na cama-58. Usar de intimidades físicas antes de ter certeza íntima absoluta de que de fato deseja casar com a moça, preferindo mil vezes adiar as intimidades, se possível, para depois da subida ao altar. Lembrar-se de que praticar qualquer intimidade física sem estar intimamente comprometido com Deus para assumir com a moça crente um “Casamento-a-Três” é pecado grave, e a Bíblia chama isso de imoralidade e prostituição. Neste caso, até no noivado oficial o sexo deveria ficar congelado, até que a segurança íntima de uma promessa com Deus esteja clara em seu coração.

9. Não fazer o pai ou a mãe participantes dos segredos de seu namoro, como se ninguém no mundo merecesse sua confiança, e assim seguir tão somente o próprio nariz. Esta também é uma atitude imatura e antibíblica, pois a Escritura recomenda que toda a vida matrimonial seja acompanhada pelos pais e futuros sogros, até que o casal esteja em seu lar particular, criando seus filhos e tudo mais. Casamentos feitos longe da opinião dos pais e sogros costumam redundar em conflito e separação.

Querer ficar todo tempo juntos10. Prejudicar ou faltar com responsabilidades (como trabalho e aulas) para estar com a namorada, dando-lhe mais valor do que a profissão ou a escola. Outro erro colossal. Há até quem diga que, nem mesmo a esposa merece tanta atenção! Porém, se alguém tiver que lhe fazer faltar com suas obrigações, isto está no futuro e só pode ser a sua esposa e seus filhos, porque, afinal, antes de ser empregado de seu chefe, você prometeu na Igreja “DOAR-SE” por inteiro àquela mulher, que também lhe prometeu fidelidade a vida inteira. É isso.

São estes os dez erros críticos e fáceis de perceber, que se o jovem evitar sua incidência, ainda que rara ou esporádica, há de criar um relacionamento promissor, até que o tempo lhe dê segurança para fazer um pedido de casamento perante seus futuros sogros e ouvir um SIM como resposta. O mais é seguir sua vida devocional com Deus e com a sua Palavra, que vai ajustando e aperfeiçoando todas as suas relações sociais, dentro e fora da igreja.

Sobre John Valente

Prof. John Valente - Especialização: relacionamento conjugal cristão; Formado em Administração de Empresas e Teologia, especializou-se em Ciências da Religião, e participou de diversos cursos e treinamentos na área de relacionamento conjugal, inclusive o Seminário de Relacionamento Afetivo da “Agência de Casamento” que lhe apresentou à sua esposa.
Esta entrada foi publicada em Casamento. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Dez tipos de comportamento masculino que desqualificam um namoro

  1. Breno Kern dos Santos disse:

    Não fazer estas coisas não deve ser o código de conduta apenas para um cristão, mas sim para todos, sou pagão e concordo que todas essas coisas que estás pessoas degenerada fazem, é completamente errado, sobre essas dez coisas, nem um cristão nem um pagão devem fazer, sou pagão. e não faço essas 10 coisas, pois sei que elas matam a honra e nobreza de um homen 🙂 o criador só ama homens e mulheres honrados que não vivem em função de sexo mas sim de evoluir espiritualmente de acordo com a lei dos divinos.

  2. Breno Kern dos Santos disse:

    Não fazer estas coisas não deve ser o código de conduta apenas para um cristão, mas sim para todos, sou pagão e concordo que todas essas coisas que estás pessoas degenerada fazem, é completamente errado, sobre essas dez coisas, nem um cristão nem um pagão devem fazer, sou pagão e não faço essas 10 coisas, pois sei que elas matam a honra e nobreza de um homen 🙂 o criador só ama homens e mulheres honrados que não vivem em função de sexo mas sim de evoluir espiritualmente de acordo com a lei dos divinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code