Dez tipos de comportamento feminino que desqualificam um namoro

Atitudes incorretas no trato com o namorado ou até na convivência com outras jovens, podem contribuir para uma moça crente não chegar a um bom casamento, ou até pior, pode levá-la à solidão no quesito “namoro cristão” e precipitá-la para aventuras mundanas e reprováveis.

Comportamento de piranhaElencamos neste post os tipos de comportamento inadequado para uma jovem cristã que deseja formar uma família e viver conforme a vontade de Deus. São eles:

1. Ser muito “festeira”, ou do tipo que só se sente segura se toda sexta e sábado à noite for para a balada (esta pseudo segurança estaria na hipótese de que “estar presente” onde tem muito homem é sinal de que você é poderosa, e conquistará qualquer um a qualquer momento… – Mas isto é apenas um ledo engano das moças mundanas, para quem ter um macho é tudo o que importa para ser feliz: se você é de Cristo, não pode cair nessa!);

Moça com roupa sexy22. Usar roupas que deixem seu namorado cristão inseguro com os olhares de outros homens, que farejam nas roupas indecentes uma oportunidade para aventuras “mais excitantes”. Você entendeu bem: roupas de moças crentes são condizentes com a decência do Evangelho, e não com a mentalidade das vadias;

3. Usar de linguajar próprio de mulheres perdidas, sem poupar piadas imorais e termos chulos. Você sabe bem: São Tiago, chamado “irmão de Jesus”, apontou a pornografia como um pecado difícil de controlar (Tg 3,8), e Jesus ainda pisou em cima dizendo que “de toda palavra frívola que os homens proferirem, dela darão contas no dia do Juízo” (Mateus 12,36)…

4. Usar de maquiagem chamativa, sobretudo para olhos e lábios, como se as pinturas traduzissem uma liberdade que ela já não tem quando iniciou o namoro, e está desesperada para reaver. Estas coisas qualquer mulher conhece bem: exagerar nas pinturas é típico das ‘rampeiras’ e das “estradeiras”;

5. Ter interesse em assistir filmes chamados “adultos” e até novelas imorais, como as atuais. Livre-se deste desejo como Paulo pediu: “Fugi da imoralidade sexual!”. Sexo é o tipo da coisa que pressiona pela visão, como o glaucoma. Se você nutrir a sua sexualidade apenas no seu casamento e souber usar da imaginação, nenhum filme ou novela será mais “quente” que seu “leito sem mácula”.

Mulheres fumando charuto6. Manter e procurar amizades com moças desregradas, cuja vida não dá sinais de qualquer freio moral para com a sociedade, e muito menos para os homens. A velha frase “diz-me com quem andas e eu te direi quem és” cabe idealmente aqui, e também é um conselho bíblico, só que muito mais brando. Na Palavra de Deus, a idéia foi passada muito mais ‘pesada’ nos seguintes termos: “Não vos enganeis, as más conversações corrompem os bons costumes!” (I Coríntios 15,33). Se você detesta corrupção, siga a Palavra de Deus.

7. Ter e manter segredinhos inconfessáveis para o namorado, como se entendesse que ele não merece confiança: se for este o caso, a única atitude correta é acabar o namoro, pois quanto mais tempo durar, maior o sofrimento dele (e uma moça crente tem que cuidar também para não ferir os outros, como parte inseparável da caridade cristã).

Casal em carícias na cama-78. Usar de intimidades físicas antes de adquirir o mínimo de segurança quanto às intenções do namorado, como se o sexo fosse a única garantia de mantê-lo interessado no namoro. Ora, se este for o caso, ou seja, se você acha que o interesse dele pode ser apenas sexo, então nem deveria ter começado o namoro! E se começou errado, termine imediatamente, mas sem grosserias e sem confessar essa virtude. Todavia se quiser continuar, então está obrigada a explicar as coisas para ele, dizendo que só terão “intimidades” após ter a certeza de que é o “Casamento-a-Três” que ele deseja, e este precisa, antes de formar a trindade com Deus, ser compartilhado com seus pais e com os pais dele.

9. Não fazer a mãe participante dos segredos de seu namoro, como se ninguém no mundo merecesse sua confiança, e assim seguir tão somente o próprio nariz. Este é um erro catastrófico, 100% contrário ao bom senso das Escrituras. Sua mãe é, afinal, A ÚNICA pessoa no mundo que devia merecer sua confiança, pelo menos neste assunto de namoro e sexo. E mais, se não confiar nem nela, então você está absolutamente só; e solidão, no jogo do amor, equivale a ter a cabeça desocupada, e mente desocupada é oficina do…

Casal se abracando2 (256 x 320)10. Prejudicar ou faltar com responsabilidades (como trabalho e aulas) para estar com o namorado, dando-lhe mais valor do que a profissão ou a escola. Outro erro colossal. Há até quem diga que, nem mesmo o marido mereceria tanta atenção! Porém, se alguém tiver que lhe fazer faltar com suas obrigações, esta pessoa só pode ser o seu MARIDO, porque, afinal, antes de ser empregada de seu chefe, você prometeu na Igreja “DOAR-SE” por inteiro àquele homem que lhe prometeu fidelidade a vida inteira! Enfim, nada de exageros! Viu?…

São estes os dez erros tolos e fáceis de perceber, que se a jovem evitar sua incidência, ainda que rara ou esporádica, há de criar um relacionamento promissor, até que o tempo lhe dê segurança para ouvir um pedido de casamento e retribuir-lhe com o “SIM” da vontade de Deus. Tenha juízo e sabedoria diante de Deus e dos homens…

Sobre John Valente

Prof. John Valente - Especialização: relacionamento conjugal cristão; Formado em Administração de Empresas e Teologia, especializou-se em Ciências da Religião, e participou de diversos cursos e treinamentos na área de relacionamento conjugal, inclusive o Seminário de Relacionamento Afetivo da “Agência de Casamento” que lhe apresentou à sua esposa.
Esta entrada foi publicada em Casamento. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Dez tipos de comportamento feminino que desqualificam um namoro

  1. Alan disse:

    Irmao, sinceramente, eu nunca li tanta asneira em toda a minha vida!

    • John Valente disse:

      Prezado irmão: Você deve ter visto que nosso Site não foi criado para AGRADAR ninguém, exceto àqueles que sentem prazer em servir à MORAL CRISTÃ! Não temos a menor dúvida e não fazemos nenhum esforço para agir em contrário, e até desejamos ter leitores diferenciados, a saber, crentes no Senhor Jesus que tenham coração consagrado, sem qualquer inclinação para “cair nas tentações do sexo pré-marital”! Se este não é o seu caso, lamentamos informar que sua opinião é produto de sua infidelidade a Deus, e nada temos a ver com isso! Mas se é o seu caso, então pedimos que reveja seus conceitos à luz da Palavra de Deus e veja que a santidade do Senhor exige um certo tipo de comportamento, o qual desmembramos nos itens expostos neste artigo. A falta de uma leitura técnica da Escritura pode ser um bom conselho para você. Que Deus te ajude a vencer suas inclinações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code