Conquistar uma mulher cristã não é uma mágica

Se você é um cristão convicto e deseja uma jovem cristã em particular, e já orou a Deus para lhe indicar uma, as seguintes orientações lhe ajudarão nesta missão: para seu próprio bem, leia isto antes de se “aventurar”…

Fazendo mágica com celularEm primeiro lugar, e além do conhecimento bíblico mínimo para sobreviver neste mundo louco, precisamos ter a mais pura consciência moral, bem como o mais sóbrio conhecimento de que “O Código Feminino” é uma coisa louca, inconstante e altamente volúvel, e as próprias mulheres reconhecem a complicação da convivência entre elas mesmas, sem contar a pouca confiança na amizade entre elas. São famosas as alterações do tipo “TPM”, as birrentas “DRs” e a fúria uterina, que podem levar as mulheres a casos bem desagradáveis de convivência, até mesmo entre elas.

Assim sendo, se você, sendo um homem cristão, se pergunta: “como conquistar a curto prazo uma moça crente linda e de bom testemunho?”, só posso lhe dizer que, se a sua própria convivência com ela, às vezes dentro de sua própria igreja, não foi capaz de lhe dar esta chance, quem somos nós para responder tal pergunta? Afinal, mesmo a melhor de todas as instruções não faz milagre, e no embate com a liberdade e a “mente hormonal” delas, às vezes nem a espiritualidade tem vez, pois esta costuma perder espaço para aquela!

Geração Vapt-vuptLogo, se uma boa conquista com uma senhora crente solteira ou viúva já é tarefa por demais trabalhosa, que às vezes leva 10 anos, falar em conquista rápida soa como brincadeira de mau gosto e de mau crente. Porém, sem ceder à decadência de uma geração “vapt-vupt”, e lembrando que hoje em dia as pessoas se desanimam quando qualquer coisa demora um pouco (mesmo o tempo necessário da maturação devida), vamos tentar – eu repito: TENTAR – esboçar algumas poucas dicas “meio-cegas”, como quase tudo o que pretende encontrar soluções para problemas de convivência com garotas.

Pior: Esta tentativa também já se apresenta desanimada, pois nossa experiência diz que a maioria de vocês vão ignorar todas essas instruções e vão fazer do jeito de vocês. E é fácil ver o porquê: Porque se já é difícil chegar perto de uma mulher cristã e expressar aquele bom caráter que elas selecionam (e devem fazê-lo com toda razão: somos homens e devemos reconhecer isto!), ainda ter que se lembrar de coisas que a Agência “Casamento-a-Três” ensinou, ah, aí é dose pra elefante!

Mas enfim, vamos arriscar. A primeira coisa a se fazer quando você descobrir que ela é aquela mulher que Deus lhe enviou (após anos de oração sua), e que é também aquela que agradará sua família e sua igreja, é iniciar a flertar com ela (i.e., direcionar para ela todas as suas atenções e cativar sua amizade), desde que comprovado não haver nenhum outro irmão em Cristo no pedaço, ou seja, que ela esteja não apenas solteira, mas “invisível” (mesmo que seja bela).

Moça feiosa lê mais-1[Entenda ‘invisível’ como “não descoberta” por outros caras, o que é muito raro quando a moça é bonita. Se você a quer de qualquer jeito, então prepare-se para a batalha campal de fazê-la identificar VOCÊ como o homem que Deus reservou para ela. Mas saiba que muitos crentes, bem mais inteligentes, recebem de bom coração a mulher indicada por Deus, que geralmente não é tão bonita ao ponto de encantar todos os rapazes da igreja. Mulheres menos bonitas têm pelo menos duas vantagens: não dão tanto trabalho para conquistar, e o melhor, geralmente têm outras virtudes que faltam à moça bela – pense nisso!].

Enfim, se o caso não tem nada disso, você deve continuar orando, pois ela não foi a escolhida por Deus. Claro que pode rolar uma boa amizade, e às vezes é justamente isto o que Deus quer. Então, se não der para encaminhar as coisas para um namoro, saiba cativá-la como sua amiga, pois muitos bons matrimônios cristãos começaram de amizades que ninguém apostava chegassem sequer a um beijo. É aqui que pode estar o milagre. Além do mais, uma boa amizade com uma moça sempre é chamariz para outras moças, pois enquanto AQUELA em especial não quis maior envolvimento, outras certamente o verão com bons olhos, devido à boa amizade que você mantém com a suposta “escolhida” sua.

Moça consola amiga q choraComo você já deve ter lido em outros artigos deste site, por mais que a sua aposta dê em nada, mantenha-se alegre e simpático, pois o seu sorriso pode encantar uma outra irmã amiga dela, e Deus pode ter escolhido aquela moça (que não lhe quis) para lhe apresentar aquela outra que Ele lhe escolheu! – Se você estiver meio enjoado e não conseguir ser simpático, abandone o terreno naquele dia e tente outro dia. Às vezes a mera luz da manhã desperta “uma nova alma” em nós, como numa certa manhã Pedro se acordou diferente e fez uma pregação que converteu 3.000 almas!

Antes de desanimar (você não deve nunca “dar asas” à tristeza), mantenha o seu olhar e sua simpatia com ela, pois o futuro a Deus pertence. A maioria das moças finge que não estão olhando, mas pode apostar que um dia seu bom caráter e sua simpatia vão tocá-la, ou vão ajudar outras moças a “vê-lo” melhor, com olhos de mulher, e não faltará uma que diga para ela: “não sei como você não namora o Fulano: ele é tão gente fina”. Tudo isso o ambiente da igreja facilitará bastante.

E tem um segredo aqui, coisa que um crente pode “copiar” do mundo. Veja (mas antes releia Lucas 16,8): Um dia ela vai sorrir para você, mesmo que seja um sorriso circunstancial. Não faz mal. Deixe ela direcionar seu sorriso para você. E quando isto acontecer, dê-lhe o troco e se vire para o outro lado, como se alguma coisa “mais importante” o tivesse distraído: ela vai ficar maluca, num misto de mistério e raiva, como se dissesse para si: “não era ele que me queria?”. E se então isto acontecer, pode apostar, ela “caiu” como um pato: se isso der certo, você brevemente estará conversando com ela. Nessa hora, além do sorriso, seu olhar também conta muito. Preste atenção enquanto ela fala, tente manter o foco, ouça-a bem, fale pouco: tudo isso ajuda demais àquele tipo de mulher a se decidir, entendeu? Por ‘aquele tipo’ entenda uma “indecisa” ou “convencida”…

Casal conversando.jpgQuando começarem a conversar mais a sós, mesmo ainda no pátio da igreja, busque sempre assuntos interessantes e, se possível, coisas da igreja que nada têm a ver com ela (a estratégia de “fingir que não quer nada” ainda não acabou). Enfim, escutando-a falar à vontade e bem atento a ela, descubra do que ela gosta e busque afinidades entre seus gostos pessoais e os dela. Sendo ela quem é, você não precisa demonstrar muita curiosidade sobre o que ela faz ou sobre o que ela mais gosta (isto funcionará muito bem para outros tipos de mulher cristã, não essa em particular). Enfim, agindo assim ela vai acabar se sentindo segura e logo logo se abrirá de vez e você terá o “mapa do coração dela”.

E depois disso? Ah, irmão, se depois de chegar a este ponto você ainda perder essa garota, não poderá nos culpar por isso. O caminho é este, e não há outro modo. Até arrisco dizer que ele serve até para conquistar uma moça mundana, (que você deve evitar a todo custo!). Porquanto quando uma moça desconfiada e “convencida” – este tipo também tem muito nas igrejas, afinal conversão de verdade não é para qualquer um – passar a confiar em você e a gostar de sua simpatia, a continuidade desta amizade terminará invariavelmente num namoro, sobretudo se você também ganhar o coração dos pais dela! E, claro, ajudará bastante também se você for daqueles caras bem vistos pelo pastor! Eis as dicas mais proficientes para este caso. Olho vivo!

Sobre John Valente

Prof. John Valente - Especialização: relacionamento conjugal cristão; Formado em Administração de Empresas e Teologia, especializou-se em Ciências da Religião, e participou de diversos cursos e treinamentos na área de relacionamento conjugal, inclusive o Seminário de Relacionamento Afetivo da “Agência de Casamento” que lhe apresentou à sua esposa.
Esta entrada foi publicada em Casamento. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a Conquistar uma mulher cristã não é uma mágica

  1. Marcelo Medeiros disse:

    Já tive uma experiência desastrosa, onde eu e a garota começamos bem, muitíssimo bem. Investimos na amizade enquanto estávamos a fim um do outro, partimos pro namoro, personalidades em comum, sonhos similares, autorização dos pais, quem conhecia tinha a certeza que daria casamento e as vezes eu e ela até falávamos sobre futuro, a maior diferença talvez fosse que eu tivesse uma comunhão com Deus mais sólida do que ela (mas eu sempre tentei ajudá-la a melhorar). E num belo dia mandou uma mensagem de whatsapp terminando dizendo que sentia apenas amizade. Realmente, o amor entre um homem e uma mulher não se dá por mágica, receita de bolo, fórmula de revista. Bendito seja o meu Deus que nunca deixou meu coração azedar e até hoje me faz crer que eu vou ser agraciado com um casamento feliz.
    (Moderador , por favor aprove somente o comentário com nome Marcelo porque os outros estão com nome errado)

  2. Ana Luiza disse:

    Muito bom, adorei o artigo, parabéns!

  3. João Lucas disse:

    Artigo muito bom, parabéns pelo conteúdo!! e muito obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code